EFICIÊNCIA DA FERTILIZAÇÃO FOSFATADA E NITROGENADA EM CULTIVARES DE MILHETO

Autores

  • Alzira Gabriela da Silva Universidade Federal do Pará
  • Aldi Fernandes De Souza França Universidade Federal de Goiás
  • Eliane Sayuri Miyagi Universidade Federal de Goiás
  • Carlos Eduardo Dambros Universidade Federal de Goiás
  • Fernando Brito Lopes Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v15i2.9010

Palavras-chave:

Nutrição animal

Resumo

Objetivou-se avaliar a produção de massa seca (PMS) da planta inteira, determinar o nitrogênio contido (NC) no tecido da planta, a eficiência de conversão aparente do nitrogênio (ECAN) e a recuperação aparente do nitrogênio (RAN) de cultivares de milheto forrageiro submetidos às fontes de fósforo e doses de nitrogênio. O experimento realizado no ano agrícola de 2008 constou de um fatorial 2 × 3 × 4, em arranjo de blocos completos ao acaso, com quatro repetições. Os tratamentos foram constituídos pelos cultivares ADR- 7010; ADR-500 e BRS-1501, pelas fontes de fósforo superfosfato simples (SS) e termofosfato (TF), as quais foram aplicadas na dose de 70 kg.ha-1 e doses de N (0; 40; 80 e 160 kg.ha-¹ sob forma de uréia). A análise estatística revelou ausência de interações significativas entre as variáveis. Entre os cultivares avaliados, a melhor produção (P<0,05) foi a do cultivar ADR-7010 (1175,9 kg.ha-1 de MS), o superfosfato simples apresentou resultados superiores. O incremento de N promoveu aumentos produtivos, a sucessão dos cortes reduziu a produção de MS. Houve diferença (P<0,05) para NC, sendo que, à medida que as doses de N foram elevadas, houve acréscimo linear do NC com valor máximo de 42,7 kg de N extraído. A ECAN e RAN diminuiu em função do acréscimo do nutriente, com valores máximos de 10,7 kg.ha-1 e 33,4% na dose referente a 40 kg.ha-1 de N. A fertilização nitrogenada promoveu incrementos na produção de massa seca dos cultivares de milheto.

PALAVRAS-CHAVE: fósforo, Pennisetum glaucum, potencial produtivo, proteína bruta, uréia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alzira Gabriela da Silva, Universidade Federal do Pará

Zootecnista, M.Sc. e Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Ciência Animal – EV/UFG, Goiânia, GO. Prof. Assistente da Universidade Federal do Pará.

Aldi Fernandes De Souza França, Universidade Federal de Goiás

Professor titular, D.Sc. Departamento de Produção Animal, Escola de Veterinária, Universidade Federal de Goiás (UFG), Campus II, CEP 74.001-970, Goiânia, GO, Brasil. E-mail: aldi@vet.ufg.br. Autor para correspondência.

Eliane Sayuri Miyagi, Universidade Federal de Goiás

Zootecnista, D.Sc.em Produção Animal, Bolsista PRODOC/CAPES-EV /UFG, Goiânia-GO.

Carlos Eduardo Dambros, Universidade Federal de Goiás

Graduando em Medicina Veterinária – EV/UFG, Goiânia-GO.

Fernando Brito Lopes, Universidade Federal de Goiás

Zootecnista, Doutorando do Programa de Pós-graduação em Ciência Animal – EV/UFG, Goiânia, GO.

Downloads

Publicado

2014-06-29

Como Citar

DA SILVA, A. G.; DE SOUZA FRANÇA, A. F.; MIYAGI, E. S.; DAMBROS, C. E.; LOPES, F. B. EFICIÊNCIA DA FERTILIZAÇÃO FOSFATADA E NITROGENADA EM CULTIVARES DE MILHETO. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 15, n. 2, p. 119–127, 2014. DOI: 10.5216/cab.v15i2.9010. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/9010. Acesso em: 17 jul. 2024.

Edição

Seção

Produção Animal