Efeito do tratamento com gonadotrofina na transferência de embriões nos resultados de prenhez em bovinos

Autores

Resumo

Objetivou-se avaliar os efeitos da administração de análogo da gonadorelina no momento da transferência de embrião em tempo fixo (TETF), da categoria da receptora e da estação do ano na prenhez por TETF aos 30 (P/TETF 30) e 60 (P/ TETF60) após o estro e nas perdas gestacionais (PG). As receptoras foram distribuídas aleatoriamente: grupo tratado (n = 624), onde as receptoras receberam injeção intramuscular de 0,2 mg de gonadorelina (Fertagyl®) na TETF e grupo controle (n =687) permaneceu sem tratamento. As receptoras foram previamente tratadas com protocolo de sincronização à base de progesterona e estradiol. Todos os embriões foram produzidos in vitro. Os dados foram analisados por regressão logística multivariada, utilizando o procedimento GLIMIX do SAS. Foi detectada maior P/TETF30 (45,8 vs. 40,0%; P =0,03) e P/TETF60 (43,0 vs. 37,0%; P =0,01) no grupo tratado. Houve tendência de redução da PG no grupo tratado (4,0 vs. 7,0%; P =0,09). Vacas secas (2,70%) e vacas em lactação (2,47%) apresentaram menor PG (P =0,001), em comparação com novilhas (10,42%). Na estação primavera/verão a P/TETF60 foi menor (P = 0,024). Maior PG tendeu a ocorrer na estação mais quente. O tratamento com gonadorelina no momento do TETF aumentou a prenhez por TE aos dias 30 e 60 e reduziu o PG. Vacas receptoras secas e lactantes apresentaram menor taxa de PG em comparação com novilhas. Além disso, a TE realizada nas estações mais quentes do ano resultou em menor taxa de prenhez aos 60 dias e maior PG. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2024-01-15

Como Citar

SANTOS, R. M. dos; DEFENDOR, M. L.; FARIA, A. C. F.; CADIMA, G. P.; SOARES, M. M. Efeito do tratamento com gonadotrofina na transferência de embriões nos resultados de prenhez em bovinos. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 25, 2024. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/76295. Acesso em: 26 maio. 2024.

Edição

Seção

MEDICINA VETERINÁRIA