Hormese induzida por glifosato em cultivares de Urochloa com aplicação sequencial

Autores

Resumo

Após a aplicação do herbicida glifosato para controle de plantas daninhas em cultivo agrícola, constata-se que a deriva do produto pode estimular crescimento e/ou rendimento produtivo em plantas não-alvo, localizadas nas adjacências do tratamento, caracterizando efeito hormese. Entretanto, os efeitos horméticos por glifosato podem ser diferentes para uma determinada espécie vegetal, o que depende da dose e do estágio de desenvolvimento da planta. Pressupondo estímulo de produção de biomassa de forragem para alimentação animal, o trabalho teve por objetivo avaliar o efeito hormese por aplicações sucessivas de subdose de glifosato em cultivares do gênero Urochloa. Foram avaliadas as respostas produtivas aérea e radicular em três cultivares de gramíneas (Urochloa brizantha cv. Marandu, U. brizantha cv. Piatã e U. ruziziensis cv. Ruziziensis) por aplicação foliar das subdoses do equivalente ácido (e.a.) de glifosato (5,40; 10,80; 21,60; 43,20; e, 86,40 g e.a. ha-1) e controle. Foram avaliadas quatro colheitas sequenciais, realizadas com frequência de 21 dias, em esquema fatorial 6 x 3 x 4, com três repetições, em delineamento inteiramente casualizado. Dose igual e superior a 43,2 g e.a. ha-1 de glifosato, em duas aplicações sequenciais, prejudicaram a produção de biomassa das forrageiras avaliadas. Dentre os cultivares, Ruziziensis foi mais susceptível ao efeito fitotóxico. Aplicações sequenciais das subdoses 5,40 e 10,80 g e.a. ha-1 de glifosato, caracterizaram efeito hormético, promovendo a produção de biomassa aérea e radicular das forrageiras Marandu, Piatã e Ruziziensis.
Palavras-chave: deriva; equivalente ácido; forragem; hormese; Urochloa

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2023-10-02

Como Citar

CODOGNOTO, L. da C.; FARIA, G. A.; MALTONI, K. L.; CONDE, T. T. Hormese induzida por glifosato em cultivares de Urochloa com aplicação sequencial. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 24, 2023. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/75471. Acesso em: 3 mar. 2024.

Edição

Seção

ZOOTECNIA