RESERVAS ORGÂNICAS, RELAÇÃO PARTE AÉREA–RAIZ E C–N E ELIMINAÇÃO DO MERISTEMA APICAL NO CAPIM-XARAÉS SOB DOSES DE NITROGÊNIO E POTÁSSIO

Autores

  • Rosane Cláudia Rodrigues UFMT
  • Gérson Barreto Mourão ESALQ
  • Amaury Camilo Valinote FZEA
  • Valdo Rodrigues Herling FZEA

Palavras-chave:

Forragem, adubação

Resumo

como a capacidade de recuperação das plantas for-rageiras após desfolha depende, dentre outros fatores, das reservas orgânicas e da área foliar remanescente, objetivou-se com este estudo quantificar os teores de carboidratos totais não-estruturais (cTnE) e de n total, nas raízes, base do caule e coroa, determinar a relação parte aérea–raiz e c–n e eliminação do meristema apical no capim-Xaraés (Brachiaria brizantha cv. Xaraés), submetido a doses de nitrogênio e potássio. O experimento foi desenvolvido em casa-de-vegetação, empregando-se um esquema fatorial 4 x 3, perfazendo doze combinações. Utilizaram-se quatro doses de nitrogênio (0, 75, 150 e 225 mg dm-3) e três do-ses de potássio (0, 50 e 100 mg dm-3). Observou-se efeito (P<0,05) das doses de nitrogênio no aumento dos teores de n total e da produção de MS da base do caule e raiz e redução dos teores de cTnE, sendo as raízes o órgão de armazenamento. Houve interação (P<0,05) para as doses de n x K na relação c–n para todos os órgãos, reduzindo com o aumento das doses dos nutrientes e com a elevação nos teores de n total na coroa com o aumento das doses. A relação parte aérea–raiz e eliminação do meristema apical não sofreu efeito (P>0,05) de nenhum nutriente.

PALAVRAS-CHAVES: Base do caule, Brachiaria brizantha, coroa, n-total, carboidratos totais não-estruturais, raiz.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-09-13

Como Citar

RODRIGUES, R. C.; MOURÃO, G. B.; VALINOTE, A. C.; HERLING, V. R. RESERVAS ORGÂNICAS, RELAÇÃO PARTE AÉREA–RAIZ E C–N E ELIMINAÇÃO DO MERISTEMA APICAL NO CAPIM-XARAÉS SOB DOSES DE NITROGÊNIO E POTÁSSIO. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 8, n. 3, p. 505–514, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/1714. Acesso em: 7 jul. 2022.

Edição

Seção

Produção Animal