Eritrograma e estresse oxidativo em bovinos confinados alimentados com feno de Brachiaria sp. e suplementados com antioxidantes

Autores

Resumo

As Brachiaria sp contêm esporidesminas que podem ser oxidadas por lipoperoxidação e ocasionar estresse oxidativo. No presente estudo foram avaliados os efeitos de diferentes antioxidantes na lipoperoxidação dos eritrócitos de bovinos da raça Nelore, alimentados com feno de Brachiaria sp. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, em que 40 bovinos machos, inteiros, foram divididos, em cinco tratamentos (G1: controle - sem suplementação; G2: suplementação de selênio e vitamina E; G3: suplementação de zinco; G4: suplementação de selênio e G5: suplementação de vitamina E) e alocados em baias de confinamento, por 105 dias. As amostras de plasma heparinizado ou com ácido etilenodiamino tetra-acético (EDTA) foram obtidas a cada 28 dias para avaliação hematológica e de estresse oxidativo (0, 28 56, 84 e 105 dias). No eritrograma foi mensurado a contagem total de eritrócitos, a hemoglobina e o hematócrito (Ht). Para a avaliação do estresse oxidativo, com o objetivo de analisar as características da membrana do eritrócito foram determinadas as substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS), glutationa total (GSH-T), glutationa peroxidase (GSH-Px), catalase (CAT) e superóxido dismutase (SOD). Os resultados demonstraram que independente do tratamento não houve estresse oxidativo durante o período do confinamento experimental e que a associação conjunta de selênio e vitamina E na dieta dos bovinos proporcionaram menor incidência de alterações deletérias sobre os eritrócitos.
Palavras-chaves: enzimas antioxidantes; eritrócito; espécies reativas de oxigênio (ROS); lipoperoxidação; Nelore.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-04-08

Como Citar

CUNHA, R. D. da S.; COSTA, G. L.; PINTO, U. R. C.; FEREZIN, J. J. S.; CUNHA, P. H. J. da .; FIORAVANTI, M. C. S. Eritrograma e estresse oxidativo em bovinos confinados alimentados com feno de Brachiaria sp. e suplementados com antioxidantes. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 23, n. 1, 2022. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/70611. Acesso em: 10 ago. 2022.

Edição

Seção

MEDICINA VETERINÁRIA