Anatomia dos núcleos da base de Alouatta belzebul

Autores

Resumo

Os núcleos da base são corpos de neurônios, bem delimitados e com funções específicas, localizados no interior do centro medular branco do cérebro, envolvidos diretamente com o sistema motor, através de uma função moduladora dos movimentos, participando sobremaneira nos processos de planejamento e controle dos movimentos. Os estudos sobre estes núcleos em primatas são reduzidos e na espécie Alouatta belzebul, inexistente. O objetivo do presente estudo foi descrever a morfologia dos núcleos da base do encéfalo de Alouatta belzebul. Para tanto, foram utilizados dez encéfalos de Alouatta belzebul, machos e fêmeas, onde após a remoção e corte coronal do cérebro, realizou-se à técnica de Mayland para evidenciar os núcleos da base. Verificou-se a presença do núcleo caudado, núcleo lentiforme (este formado pelo putâmen, globo pálido medial e globo pálido lateral), claustro e substância negra, que, funcionalmente, estão relacionados com o controle motor. A substância negra faz parte do mesencéfalo e está ainda relacionada com a aprendizagem decorrentes dos efeitos da dopamina, responsável por ativar o sistema de recompensa e vício no telencéfalo e tem ainda, relação com o núcleo rubro que também é um núcleo do mesencéfalo. Em Alouatta belzebul o núcleo rubro está presente. Verificou-se na literatura que a degeneração de células da substância negra pode ocasionar a doença de Parkinson em Macaca fasciculares, e pelo fato do Alouatta belzebul apresentar as mesmas estruturas anatômicas dos núcleos da base do mesencéfalo de Macaca fasciculares, poderia ser utilizado como modelo experimental em estudos clínicos para a doença de
Parkinson.

Palavras-chave: Núcleo da base; Substância negra; Putâmen; Globo pálido; bugio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-02-03

Como Citar

SABEC-PEREIRA, D. K. .; PEREIRA, K. F. .; MELO, F. R. de .; MELO, F. C. S. A. de .; VULCANI, V. A. S. . Anatomia dos núcleos da base de Alouatta belzebul. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 23, n. 1, 2022. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/70584. Acesso em: 10 ago. 2022.

Edição

Seção

MEDICINA VETERINÁRIA