VARIAÇÕES NAS CONCENTRAÇÕES DOS BIOMARCADORES SANGUÍNEOS DA FUNÇÃO RENAL E HEPÁTICA EM EQUINOS SUBMETIDOS À OBSTRUÇÃO EXPERIMENTAL DO DUODENO, ÍLEO E CÓLON MAIOR

Autores

  • Paula Alessandra Di Filippo
  • Rodrigo Norberto Pereira Faculdade Integrada de Campo Mourão - PR.
  • João Henrique Perotta FCAV, Unesp, Jaboticabal, SP.
  • Maria Augusta Berlingieri FCAV, Unesp, Jaboticabal, SP.
  • Fernanda Coutinho de Freitas Faculdade de Ituverava "Dr. Francisco Maeda"- FAFRAM/SP.
  • Áureo Evangelista Santana FCAV, Unesp.

Palavras-chave:

abdômen agudo, biomarcadores sanguíneos, equinos

Resumo

Com o objetivo de avaliar a concentração sérica dos biomarcadores da função renal e hepática em equinos submetidos a um modelo experimental de obstrução intestinal, 24 animais foram distribuídos em quatro grupos-controle instrumentado (GI), obstrução do duodeno (GII), íleo (GIII) e cólon maior (GIV). As amostras de sangue destinadas à dosagem de ureia, creatinina, aspartato aminotransferase, gama glutamiltransferase, fosfatase alcalina, albumina, glicose, fibrinogênio e bilirrubina (total, direta e indireta) foram coletadas uma hora antes do procedimento cirúrgico (T0), ao final do período de três horas de obstrução/isquemia (T3i) e 1, 3, 12, 24, 72 e 120 horas após a desobstrução/reperfusão. Durante a obstrução não se observaram alterações nos parâmetros bioquímicos séricos avaliados. Após a desobstrução, os equinos do GII e do GIII apresentaram aumento dos valores de aspartato aminotransferase, fosfatase alcalina, fibrinogênio, bilirrubina total e direta. Entretanto, tais alterações não foram associadas a sinais clínicos de lesão hepática e, ao final do período de observação, seus valores já encontravam-se entre os de normalidade. Devido à falta de especificidade dos testes laboratoriais existentes para o diagnóstico de lesões hepáticas, recomenda-se que estes sejam realizados concomitantemente e de modo seriado.

PALAVRAS-CHAVES: Abdômen agudo, biomarcadores sanguíneos, equinos.?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paula Alessandra Di Filippo

Pós-graduanda do Departamento de Clinica e Cirurgia Veterinaria da FCAV, Unesp, Jaboticabal, SP.

Rodrigo Norberto Pereira, Faculdade Integrada de Campo Mourão - PR.

Professor de Clínica e Cirurgia de Grandes Animais da Faculdade Integrada de Campo Mourão - PR

João Henrique Perotta, FCAV, Unesp, Jaboticabal, SP.

Mestrando em cirugia veterinaria pelo Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinária da FCAV/Unesp, Jaboticabal - SP.

Maria Augusta Berlingieri, FCAV, Unesp, Jaboticabal, SP.

Mestranda em cirugia veterinaria pelo Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinária da FCAV/Unesp, Jaboticabal - SP.

Fernanda Coutinho de Freitas, Faculdade de Ituverava "Dr. Francisco Maeda"- FAFRAM/SP.

Professora de Higiene e Inspeção de Produtos de Origem Animal da Faculdade de Ituverava  "Dr. Francisco Maeda"- FAFRAM/SP.

Áureo Evangelista Santana, FCAV, Unesp.

Professor Adjunto do Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinária da FCAV/Unesp, Jaboticabal - SP.

Publicado

2011-03-31

Como Citar

DI FILIPPO, P. A.; PEREIRA, R. N.; PEROTTA, J. H.; BERLINGIERI, M. A.; FREITAS, F. C. de; SANTANA, Áureo E. VARIAÇÕES NAS CONCENTRAÇÕES DOS BIOMARCADORES SANGUÍNEOS DA FUNÇÃO RENAL E HEPÁTICA EM EQUINOS SUBMETIDOS À OBSTRUÇÃO EXPERIMENTAL DO DUODENO, ÍLEO E CÓLON MAIOR. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 12, n. 1, p. 178–186, 2011. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/5940. Acesso em: 7 out. 2022.

Edição

Seção

Medicina Veterinária