ACURÁCIA DOS MÉTODOS OSCILOMÉTRICO (PETMAP®) E DOPPLER PARA AFERIÇÃO INDIRETA DA PRESSÃO ARTERIAL EM CORDEIROS

Autores

  • Carla Maria Vela Ulian Departamento de clínica Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Universidade do Estado de São Paulo (Unesp), campus Botucatu
  • Angie Paola Lagos Carvajal Pós-graduanda do Departamento de Cirurgia e Anestesiologia Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Universidade do Estado de São Paulo (Unesp), campus Botucatu
  • Diana Rocio Becera Velasquez Pós-graduanda do Departamento de Cirurgia e Anestesiologia Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Universidade do Estado de São Paulo (Unesp), campus Botucatu
  • Francisco José Teixeira Neto Departamento de Cirurgia e Anestesiologia Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Universidade do Estado de São Paulo (Unesp), campus Botucatu
  • Maria Lúcia Gomes Lourenço Departamento de clínica Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Universidade do Estado de São Paulo (Unesp), campus Botucatu
  • Simone Biagio Chiacchio Departamento de clínica Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Universidade do Estado de São Paulo (Unesp), campus Botucatu

DOI:

https://doi.org/10.1590/cab17437301

Palavras-chave:

Neonatologia, Ovinos, Clínica animal

Resumo

A fisiologia neonatal possui peculiaridades inerentes à faixa etária. O objetivo do estudo foi monitorar a pressão arterial sistêmica de cordeiros durante o período neonatal. Foram usados 20 cordeiros da raça Ile de France, a partir do nascimento e aos sete, 14, 21, 28 e 35 dias de vida. Os parâmetros analisados foram: frequência cardíaca (FC), pressão arterial sistólica (PAS), diastólica (PAD) e média (PAM) pelo método oscilométrico petMAP®, e PAS com Doppler. Também foi realizada a pressão invasiva para validar os métodos indiretos obtendo a média de 101,52 ± 12,04 mmHg. As médias utilizando o petMAP® foram: FC (156,38 ± 37,46 bpm); PAD (63,80 ± 11,14 mmHg); PAM   (81,58

± 11,83 mmHg); PAS (112,48 ±15,68 mmHg) e PAS (90,27 ± 12,11 mmHg) com Doppler. Houve diferença significativa na FC e pressão arterial entre os momentos analisados. Os métodos indiretos diferiram entre si em 12,30 mmHg (superestimação de 11%). Comparando com a invasiva, os dois métodos superestimaram os valores da PAS em 4% e 16%, respectivamente, para Doppler e petMAP®. Os resultados mostraram que o método Doppler estabeleceu boa relação com a invasiva, sendo útil para aferição da PAS. O método oscilométrico necessita de maiores estudos para sua utilização em pequenos ruminantes.

Palavras-chave: Doppler; oscilométrico; ovinos; período neonatal; pressão arterial sistêmica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carla Maria Vela Ulian, Departamento de clínica Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Universidade do Estado de São Paulo (Unesp), campus Botucatu

Departamento de Clínica Veterinária

Área: Problemas clínicos de animais de produção

Maria Lúcia Gomes Lourenço, Departamento de clínica Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Universidade do Estado de São Paulo (Unesp), campus Botucatu

Departamento de Clínica Veterinária

Área: Afecções clínicas de cães e gatos

Simone Biagio Chiacchio, Departamento de clínica Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Universidade do Estado de São Paulo (Unesp), campus Botucatu

Departamento de Clínica Veterinária

Área: Problemas clínicos de animais de produção

Downloads

Publicado

2016-10-28

Como Citar

ULIAN, C. M. V.; CARVAJAL, A. P. L.; VELASQUEZ, D. R. B.; TEIXEIRA NETO, F. J.; LOURENÇO, M. L. G.; CHIACCHIO, S. B. ACURÁCIA DOS MÉTODOS OSCILOMÉTRICO (PETMAP®) E DOPPLER PARA AFERIÇÃO INDIRETA DA PRESSÃO ARTERIAL EM CORDEIROS. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 17, n. 4, p. 593–600, 2016. DOI: 10.1590/cab17437301. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/37301. Acesso em: 23 maio. 2024.

Edição

Seção

Medicina Veterinária