CRIOTOLERÂNCIA DE OÓCITOS E EMBRIÕES BOVINOS MATURADOS COM LÍQUIDO FOLICULAR E/OU ?-MERCAPTOETANOL

Autores

  • Monalyza Cadori Gonçalves Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Matheus Pedrotti Cesaro Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Murilo Farias Rodrigues Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Rui Félix Lopes Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Joana Claudia Mezzalira Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Fabricio Desconsi Mozzaquatro Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Alceu Mezzalira Universidade do Estado de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.1590/cab.v16i2.27457

Palavras-chave:

vitrificação, criotolerância, aditivos, maturação, embrião PIV

Resumo

Foi avaliada a criotolerância de oócitos e embriões bovinos maturados com adição de líquido folicular (LF) e/ou ?-mercaptoetanol (BM). Após vitrificação, os oócitos foram maturados em: TCM-199 (controle); BM (24h TCM-199+100µM BM); LF (6h em LF+18h TCM-199) e LF+BM (6h LF+18h TCM-199+100µM BM). Não houve diferença (p>0,05) nas taxas de blastocistos dos tratamentos TCM (6,4%), BM (4,0%) e LF (3,4%). A eclosão e densidade celular dos embriões eclodidos não diferiram (p>0,05) nos tratamentos. No Experimento 2 blastocistos expandidos (Bx) obtidos em D7 ou D8 foram vitrificados, avaliando-se sua reexpansão e eclosão. A reexpansão foi semelhante (p>0,05), sendo observado comportamento distinto na eclosão entre Bx D7 e D8. Nos Bx D7 houve maior eclosão no controle (TCM–54,2%) em relação ao BM (40,32%) e LF+BM (33,89%). Os Bx D8 apresentaram menor eclosão no controle (TCM) em relação aos Bx D7. Nos tratamentos BM, LF e LF+BM a eclosão foi semelhante para Bx D7 ou D8. A maturação com adição de LF e/ou BM não melhora a criotolerância de oócitos imaturos e embriões PIV. Blastocistos expandidos precoces (D7) são mais criotolerantes e apresentam um comportamento distinto à adição de LF e BM, em relação aos tardios (D8).

Palavras-chave: aditivos; criotolerância; embrião PIV; maturação; vitrificação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Monalyza Cadori Gonçalves, Universidade do Estado de Santa Catarina

Centro de Ciências Agroveterinárias

Matheus Pedrotti Cesaro, Universidade do Estado de Santa Catarina

Centro de Ciências Agroveterinárias

Murilo Farias Rodrigues, Universidade do Estado de Santa Catarina

Centro de Ciências Agroveterinárias

Joana Claudia Mezzalira, Universidade do Estado de Santa Catarina

Centro de Ciências Agroveterinárias

Fabricio Desconsi Mozzaquatro, Universidade do Estado de Santa Catarina

Centro de Ciências Agroveterinárias

Alceu Mezzalira, Universidade do Estado de Santa Catarina

Centro de Ciências Agroveterinárias

Downloads

Publicado

2015-04-30

Como Citar

GONÇALVES, M. C.; CESARO, M. P.; RODRIGUES, M. F.; LOPES, R. F.; MEZZALIRA, J. C.; MOZZAQUATRO, F. D.; MEZZALIRA, A. CRIOTOLERÂNCIA DE OÓCITOS E EMBRIÕES BOVINOS MATURADOS COM LÍQUIDO FOLICULAR E/OU ?-MERCAPTOETANOL. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 16, n. 2, p. 205–216, 2015. DOI: 10.1590/cab.v16i2.27457. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/27457. Acesso em: 4 mar. 2024.

Edição

Seção

Produção Animal