AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DE CRIOPROTETORES PERMEANTES E NÃO PERMEANTES NO DESCONGELAMENTO RÁPIDO E LENTO DO SÊMEN CANINO

Autores

  • Amanda Carla Acipreste UniRV-RIO VERDE -GO
  • Eduardo Paulino Costa Universidade Federal de Viçosa (UFV), MG
  • Fabrício Albani Oliveira Universidade Federal de Viçosa (UFV), MG
  • Sanely Lourenço Costa Universidade Federal de Viçosa (UFV), MG
  • Talita Fernandes Silva Universidade Federal de Viçosa (UFV), MG
  • Daniel Cortes Beretta UniRV-RIO VERDE -GO

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v15i1.26124

Palavras-chave:

criopreservação, glicerol, dimetilformamida, trealose, cão

Resumo

O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito da associação entre crioprotetores ainda pouco estudados no Brasil como a dimetilformamida e a trealose em meio diluidor, por meio de protocolos de descongelamento rápido e lento. Foram utilizados três cães machos, adultos, sadios da raça Labrador do Retrievier, que foram submetidos a uma coleta de sêmen semanal durante o período de cinco semanas. Os três meios diluentes utilizados neste estudo foram: (D1)-tris-citrato, acrescido de 3% de dimetilformamida + 3% de glicerol, (D2)-3% de dimetilformamida e de trealose e (D3)-4% de glicerol. No descongelamento, metade das amostras de cada meio diluente foi descongelada pelo método rápido, em banho-maria a 75 ºC por sete segundos, seguido de nova imersão a 37 ºC por 1 minuto. A outra metade foi descongelada pelo método lento, em banho-maria à 37 ºC por 1 minuto. O sêmen foi avaliado quanto à motilidade progressiva, vigor espermáticos e integridade de membrana. Pra isso, as amostras foram submetidas aos testes hipo-osmótico e de integridade da membrana plasmática e do acrossoma (fluorescência). Os resultados indicam que o uso do glicerol como crioprotetor em diluidor TRIS proporciona maior eficácia na criopreservação dos espermatozoides da espécie canina, quando comparados com a dimetilformamida associada ao glicerol ou trealose.

PALAVRAS-CHAVE: cão; criopreservação; dimetilformamida; glicerol; trealose.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amanda Carla Acipreste, UniRV-RIO VERDE -GO

Médica Veterinária, Mestre, Professora Adjunta da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Rio Verde, UniRV-GO, Fazenda Fontes do Saber, Caixa Postal 104 - CEP: 75.901-970, Rio Verde - Goiás

Eduardo Paulino Costa, Universidade Federal de Viçosa (UFV), MG

Médico Veterinário, Mestre, Doutor, Departamento de Veterinária - Universidade Federal de Viçosa (UFV), Avenida Peter Henry Rolfs, s/n, 36571-000, Viçosa, Minas Gerais, Brasil (31) 3899-1457.

Fabrício Albani Oliveira, Universidade Federal de Viçosa (UFV), MG

Médico Veterinário, Doutorando. Departamento de Zootecnia, Universidade Federal de Viçosa (UFV), Avenida Peter Henry Rolfs, s/n, 36571-000, Viçosa, Minas Gerais, Brasil.

Sanely Lourenço Costa, Universidade Federal de Viçosa (UFV), MG

Médica Veterinária, Mestre. Departamento de Veterinária, Universidade Federal de Viçosa (UFV), Avenida Peter Henry Rolfs, s/n, 36571-000, Viçosa, Minas Gerais, Brasil. (31) 3899-1457. sanelylc@hotmail.com

Talita Fernandes Silva, Universidade Federal de Viçosa (UFV), MG

Médica Veterinária, Mestranda. Departamento de Veterinária, Universidade Federal de Viçosa (UFV), Avenida Peter Henry Rolfs, s/n, 36571-000, Viçosa, Minas Gerais, Brasil. (31) 3899-1457.

Daniel Cortes Beretta, UniRV-RIO VERDE -GO

Médico Veterinário, Mestre, Doutor, Professor de Patologia da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Rio Verde, UniRV-GO, Fazenda Fontes do Saber, Caixa Postal 104 - CEP: 75.901-970, Rio Verde - Goiás

Downloads

Publicado

2014-03-28

Como Citar

ACIPRESTE, A. C.; COSTA, E. P.; OLIVEIRA, F. A.; COSTA, S. L.; SILVA, T. F.; BERETTA, D. C. AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DE CRIOPROTETORES PERMEANTES E NÃO PERMEANTES NO DESCONGELAMENTO RÁPIDO E LENTO DO SÊMEN CANINO. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 15, n. 1, p. 107–114, 2014. DOI: 10.5216/cab.v15i1.26124. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/26124. Acesso em: 18 jul. 2024.

Edição

Seção

Medicina Veterinária