COMPORTAMENTO INGESTIVO DE TOURINHOS ALIMENTADOS COM DIETAS CONTENDO NÍVEIS DE GÉRMEN DE MILHO INTEGRAL

Autores

  • Fabrícia R. Chaves Miotto Universidade Federal do Goiás
  • José Neuman M. Neiva Universidade Federal do Tocantins
  • Restle João PNPD-CAPES/ UFT
  • Alencariano José da S. Falcão Universidade Federal do Tocantins
  • Kélvia Jácome de Castro Universidade Federal Rural da Amazônia
  • Raylan Pereira Maciel Universidade Federal do Tocantins

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v15i1.24627

Palavras-chave:

extrato etéreo, ócio, ruminação, subproduto agroindustrial, tempo de alimentação

Resumo

Objetivou-se avaliar o comportamento ingestivo durante 24 horas em oito períodos do dia, de 24 tourinhos Limousin x Nelore terminados em confinamento, alimentados com quatro níveis do subproduto gérmen de milho integral na dieta (0, 15, 30, 45%). O fornecimento de alimento (25% de volumoso e 75% de concentrado) foi realizado diariamente às 9:00 e 16:30 horas. A adição de gérmen de milho integral às dietas não influenciou os tempos despendidos em alimentação, dormindo e em outras atividades, nem as frequências de procura por água, micção e defecação. Os animais alimentaram-se mais nos períodos em que foram arraçoados, gastando em média 137,10 minutos por dia. Os animais dormiram mais à noite, das 2 às 5 horas, enquanto, o tempo despendido em outras atividades foi maior das 17 às 20 horas. Os níveis de gérmen de milho integral influenciaram o tempo de ruminação e de ócio de forma quadrática, com o nível de 30% apresentando maior tempo de ruminação (28,30% do tempo diário) e menor de ócio (42,24% do tempo diário). As atividades ruminação, ócio, alimentação, dormindo e outras atividades, além das frequências de ingestão de água, micção e defecação, comportaram-se de forma distinta para os diferentes períodos do dia. A inclusão de gérmen de milho integral à dieta de bovinos proporciona maior tempo de ruminação e modifica a distribuição desta atividade durante o dia.

PALAVRAS-CHAVE: extrato etéreo; ócio; ruminação; subproduto agroindustrial; tempo de alimentação.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabrícia R. Chaves Miotto, Universidade Federal do Goiás

Zootecnista pela UFT, mestre em Ciência Animal Tropical pela UFT e doutora em Ciência Animal pela UFG. Professora do Curso de Zootecnia da Universidade Federal do Tocantins.

José Neuman M. Neiva, Universidade Federal do Tocantins

Professor do Cusro de Zootecnia da UFT, Produção de volumosos e Produção de Gado de Leite

Restle João, PNPD-CAPES/ UFT

Programa de Pós Graduação em Ciência Animal Tocantins - UFT

Produção de Bovinos de corte

Alencariano José da S. Falcão, Universidade Federal do Tocantins

Professor do Curso de Zootecnia - Melhoramento Genético e Estatística

Kélvia Jácome de Castro, Universidade Federal Rural da Amazônia

Doutora em Zootecnia - Nutrição de Ruminantes

Raylan Pereira Maciel, Universidade Federal do Tocantins

Mestre em Ciência Animal Tropical - Nutricão de Ruminantes, doutorando em Ciência Animal Tropical pela UFT

Downloads

Publicado

2014-03-28

Como Citar

MIOTTO, F. R. C.; NEIVA, J. N. M.; JOÃO, R.; FALCÃO, A. J. da S.; CASTRO, K. J. de; MACIEL, R. P. COMPORTAMENTO INGESTIVO DE TOURINHOS ALIMENTADOS COM DIETAS CONTENDO NÍVEIS DE GÉRMEN DE MILHO INTEGRAL. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 15, n. 1, p. 45–54, 2014. DOI: 10.5216/cab.v15i1.24627. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/24627. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Produção Animal