CRIOPRESERVAÇÃO DE SÊMEN CANINO COM UM DILUIDOR À BASE DE ÁGUA DE COCO NA FORMA DE PÓ (ACP-106®): EFEITO DA TEMPERATURA DE ADIÇÃO DO GLICEROL (27 E 4°C)

Autores

  • Claudia da Cunha Barbosa Universidade Estadual do Ceará
  • Victor Leão Hitzschky Madeira Universidade Estadual do Ceará
  • Ricardo Parente Jucá Universidade Estadual do Ceará
  • Ângela Cristina de Oliveira Universidade Estadual do Ceará
  • Daniel Couto Uchoa Universidade Estadual do Ceará
  • Lúcia Daniel Machado da Silva Universidade Estadual do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v10i4.2356

Palavras-chave:

Reprodução Animal

Resumo

Objetivou-se comparar o efeito da temperatura de adição do glicerol sobre o sêmen canino diluído em água de coco na forma de pó (ACP-106®) e criopreservado. Coletaram-se doze ejaculados, para avaliação da fração espermática, dividida em duas alíquotas. A primeira foi diluída em ACP-106® com 5% de gema de ovo e 6% de glicerol a 27°C (G27) e a segunda em ACP-106® com 5% de gema de ovo, com a glicerolização a 4°C (G4). As amostras foram congeladas, posteriormente, descongeladas e submetidas às avaliações de morfologia, integridade acrossomal, teste hipo-osmótico e percentual de vivos. Não se observou diferença entre as temperaturas de adição do glicerol em todos os parâmetros. Na análise computadorizada, também não se evidenciou diferença entre os grupos na motilidade total e progressiva, percentual de espermatozoides com velocidade rápida e média, e velocidade média da trajetória (VAP) dos espermatozoides com velocidade rápida e média, sendo observadas, em G4 e G27, respectivamente, uma motilidade total de 24,45 ± 3,93% e 31,65 ± 3,87% e VAP dos espermatozoides rápidos de 91,24 ± 7,74µm/s e 106,25 ± 3,94µm/s. Conclui-se que a temperatura de adição do glicerol não influencia a qualidade pós-descongelação do sêmen canino diluído em ACP-106®.
PALAVRAS-CHAVES: ACP-106®, cão, criopreservação, glicerol, sêmen. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudia da Cunha Barbosa, Universidade Estadual do Ceará

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias da UECE.

Victor Leão Hitzschky Madeira, Universidade Estadual do Ceará

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias da UECE.

Ricardo Parente Jucá, Universidade Estadual do Ceará

Acadêmico de Medicina Veterinária da UECE.

Ângela Cristina de Oliveira, Universidade Estadual do Ceará

Acadêmica de Medicina Veterinária da UECE.

Daniel Couto Uchoa, Universidade Estadual do Ceará

Doutorando da Rede Nordeste de Biotecnologia.

Lúcia Daniel Machado da Silva, Universidade Estadual do Ceará

Departamento de Medicina Veterinária.

Área: Reprodução de Carnívoros

Downloads

Publicado

2009-12-17

Como Citar

BARBOSA, C. da C.; MADEIRA, V. L. H.; JUCÁ, R. P.; OLIVEIRA, Ângela C. de; UCHOA, D. C.; SILVA, L. D. M. da. CRIOPRESERVAÇÃO DE SÊMEN CANINO COM UM DILUIDOR À BASE DE ÁGUA DE COCO NA FORMA DE PÓ (ACP-106®): EFEITO DA TEMPERATURA DE ADIÇÃO DO GLICEROL (27 E 4°C). Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 10, n. 4, p. 1207–1215, 2009. DOI: 10.5216/cab.v10i4.2356. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/2356. Acesso em: 28 fev. 2024.

Edição

Seção

Medicina Veterinária