DESCRIÇÃO DOS OTÓLITOS DE TUCUNARÉS (Cichla sp. e Cichla monoculus) NO RESERVATÓRIO DA HIDRELÉTRICA DE VOLTA GRANDE (SP–MG)

Autores

  • Leandro Muller Gomiero
  • Francisco Manoel de Souza Braga

Resumo

Objetivou-se, neste trabalho, caracterizar as sagittae de Cichla sp. e Cichla monoculus introduzidas no reservatório da Hidrelétrica de Volta Grande, assim como as relações de seu comprimento e largura com os comprimentos totais dos peixes. Foram realizadas coletas bimestrais nos períodos de abril e junho de 1997 e mensais, de setembro de 1997 até agosto de 1998. As medidas morfológicas de comprimento e largura dos otólitos e as relações destes com os comprimentos totais dos peixes, assim como as diferenças da sagitta entre as duas espécies foram apresentadas. Os otólitos de Cichla monoculu,s quando comparados com os de Cichla sp,. apresentaram crenulações mais evidentes e maiores larguras, levando-se em conta os mesmos comprimentos totais. PALAVRAS-CHAVE: Otólito, Rio Grande, tucunaré azul (Cichla sp), tucunaré amarelo (Cichla monoculs), sagitta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-04-20

Como Citar

GOMIERO, L. M.; BRAGA, F. M. de S. DESCRIÇÃO DOS OTÓLITOS DE TUCUNARÉS (Cichla sp. e Cichla monoculus) NO RESERVATÓRIO DA HIDRELÉTRICA DE VOLTA GRANDE (SP–MG). Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 8, n. 1, p. 119–126, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/1151. Acesso em: 7 jul. 2022.

Edição

Seção

Medicina Veterinária