UMA EXPERIÊNCIA DE EDUCAÇÃO PERSONALIZADA, LIBERTADORA E TRANSDISCIPLINAR. DOI: 10.5216/teri.v5i1.36345

Autores

  • Juan Miguel BATALLOSO NAVAS Miembro del Consejo Académico y profesor de Universitas Nueva Civilización de Santiago de Chile (http://www.uvirtual.net/spuv/ ) CAMAS (Sevilla) –España-.

DOI:

https://doi.org/10.5216/teri.v5i1.36345

Palavras-chave:

Educação personalizada, Educação libertadora, Educação transdisciplinar, Complexidade e educação

Resumo

Este artigo apresenta uma experiência de educação personalizada, libertadora e transdisciplinar, desenvolvida com meios insuficientes, e apesar de ter sido abortada e proibida pelas autoridades educativas, paradoxalmente, desencadeou uma espiral ecológica de mudanças individuais, sociais e políticas nas pessoas e nos seus contextos, com um impacto considerável sobre todas as forças sociais, que contribuíram para o advento da democracia na Espanha. O artigo é um brevíssimo resumo da tese de doutorado do autor, intitulada “La SAFA de Riotinto (1970-1973). Educación personalizada y liberadora en la cuenca minera onubense. Bases para un nuevo paradigma educativo”, apresentado em 2005, na Universidade de Sevilha.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juan Miguel BATALLOSO NAVAS, Miembro del Consejo Académico y profesor de Universitas Nueva Civilización de Santiago de Chile (http://www.uvirtual.net/spuv/ ) CAMAS (Sevilla) –España-.

Maestro de Enseñanza Primaria. Orientador Escolar . Doctor en Ciencias de la Educación. Miembro del Grupo de Pesquisa ECOTRANSD de la Universidad Católica de Brasilia (https://ecotransd.wordpress.com/ ). Miembro del Consejo Académico y profesor de Universitas Nueva Civilización de Santiago de Chile (http://www.uvirtual.net/spuv/ ) CAMAS (Sevilla) –España-.

Downloads

Publicado

2015-06-30

Como Citar

BATALLOSO NAVAS, J. M. UMA EXPERIÊNCIA DE EDUCAÇÃO PERSONALIZADA, LIBERTADORA E TRANSDISCIPLINAR. DOI: 10.5216/teri.v5i1.36345. Revista Terceiro Incluído, Goiânia, v. 5, n. 1, p. 20–40, 2015. DOI: 10.5216/teri.v5i1.36345. Disponível em: https://revistas.ufg.br/teri/article/view/36345. Acesso em: 28 maio. 2024.