Crenças e sua relação com a formação universitária de professores de Espanhol

Autores

  • Cleidimar Aparecida Mendonça e Silva
  • Lucielena Mendonça de Lima Letras/UFG

DOI:

https://doi.org/10.5216/rp.v20i1.6823

Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar as crenças que o 1º grupo de formandas em Letras-Espanhol (UFG), modalidade licenciatura simples, revelou, por meio de uma sessão reflexiva gravada em dezembro de 2007, em que elas se avaliaram como falantes dessa língua. Na sessão, as participantes puderam refletir sobre as variáveis que, ao longo da graduação, contribuíram para a sua formação como falantes da língua estrangeira (LE). Os dados apontam que as futurasprofessoras de espanhol ainda mantêm, mesmo após quatro anos de licenciatura, algumas idéiaspreconcebidas, ligadas ao senso comum, sobre o que seja expressar-se bem em uma LE.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cleidimar Aparecida Mendonça e Silva

Técnica em Assuntos Educacionais do Setor de Apoio à Ação Pedagógica do Cepae/UFG

Downloads

Publicado

2009-08-05

Como Citar

MENDONÇA E SILVA, C. A.; LIMA, L. M. de. Crenças e sua relação com a formação universitária de professores de Espanhol. Revista Polyphonía, Goiânia, v. 20, n. 1, p. 27–44, 2009. DOI: 10.5216/rp.v20i1.6823. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sv/article/view/6823. Acesso em: 22 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos