O Pacto pela Alfabetização na Idade Certa em Goiás – PNAIC: A Formação em Serviço e seus Desafios

Autores

  • Edna Silva Faria Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil, edna_faria@ufg.br
  • Amone Inacia Alves Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil, amoneinacia@gmail.com

DOI:

https://doi.org/10.5216/rp.v31i2.67109

Resumo

Este trabalho resulta da reflexão sobre formação realizada em Goiás, intitulada: Pacto pela Alfabetização na Idade Certa – PNAIC. Essa proposta adveio em 2013, de uma expectativa do Ministério da Educação e Cultura (MEC) em qualificar professores atuantes no ciclo de alfabetização, de modo que fossem capazes de refletir sobre os conceitos, práticas e significados do processo de alfabetizar, contribuindo para um debate de âmbito nacional. No Brasil, a formação de professores alfabetizadores ainda é pífia, impactando sobretudo nos resultados demonstrados. Em Goiás, esse Programa foi responsável pela qualificação de quatorze mil professores alfabetizadores, coordenadores e demais profissionais escolares. Compreendeu-se que, sem o investimento dessa ação, não seria possível a inserção dos alfabetizadores na discussão e na implementação de novas práticas e metodologias. Neste texto, adotando como metodologia a revisão bibliográfica, refletimos como o esclarecimento contribuiu para esse processo, ressaltando o papel da interdisciplinaridade. O Programa utilizou material elaborado especificamente para o PNAIC, portanto este artigo aborda também a perspectiva de interdisciplinaridade adotada na elaboração dos materiais de suporte – os cadernos do PNAIC – e nos materiais de apoio – caixa de jogos e atividades – adotados como auxílio no processo de formação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-17

Como Citar

SILVA FARIA, E.; ALVES, A. I. O Pacto pela Alfabetização na Idade Certa em Goiás – PNAIC: A Formação em Serviço e seus Desafios. Revista Polyphonía, Goiânia, v. 31, n. 2, p. 268–279, 2020. DOI: 10.5216/rp.v31i2.67109. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sv/article/view/67109. Acesso em: 17 ago. 2022.