Tecnologias digitais e o fenômeno da superdotação: uma análise do conhecimento de estudantes e professores da educação básica

Autores

  • Ketilin Mayra Pedro Centro Universitário Sagrado Coração (UNISAGRADO), Bauru, São Paulo, Brasil, ketilinp@yahoo.com.br
  • Vera Lúcia Messias Fialho Capellini Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho/Campus Bauru (Unesp), Bauru, São Paulo, Brasil, vera.capellini@unesp.br

DOI:

https://doi.org/10.5216/rp.v31i2.67087

Resumo

O objetivo deste artigo consistiu na análise do conhecimento de estudantes com superdotação, e de seus respectivos professores, no que se refere à utilização das Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDIC). Trata-se de uma pesquisa descritiva que foi desenvolvida no Projeto de Extensão “Identificação de estudantes com habilidades superiores e aconselhamento para pais e equipe escolar”. Como instrumentos de pesquisa foram aplicadas atividades do Programa de Atividades Dirigidas (PEDRO, 2016). Foram também utilizados dois questionários elaborados no Google Forms. A análise do desempenho dos estudantes revelou que, embora eles sejam considerados nativos digitais, há a necessidade de aperfeiçoar o modo como esses realizam pesquisas e utilizam ferramentas de produção. Sobre o conhecimento dos professores, verificou-se que ainda há uma subutilização dos recursos tecnológicos no âmbito escolar, visto que os professores exploram com mais frequência recursos como vídeos e filmes, em detrimento dos recursos que possibilitam maior interação e produção de conteúdos. Nesse sentido, faz-se necessário ofertar aos professores uma formação que vá ao encontro das suas necessidades para que eles possam disponibilizar atividades pedagógicas, por meio das TDIC, que possibilitem aos estudantes a utilização de ferramentas de produção, bem como a capacidade de efetuar a avaliação crítica das informações disponíveis na internet.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-16

Como Citar

MAYRA PEDRO, K.; MESSIAS FIALHO CAPELLINI, V. L. Tecnologias digitais e o fenômeno da superdotação: uma análise do conhecimento de estudantes e professores da educação básica. Revista Polyphonía, Goiânia, v. 31, n. 2, p. 57–73, 2020. DOI: 10.5216/rp.v31i2.67087. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sv/article/view/67087. Acesso em: 4 jul. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Tecnologias Digitais na Educação Básica