Letramento literário e ensino de literatura no ensino médio: os reflexos de um paradoxo

Autores

  • Juliana Estanislau de Ataíde Mantovani Instituto Federal de Brasília - Campus São Sebastião

DOI:

https://doi.org/10.5216/rp.v29i2.57111

Resumo

Para o debate acerca do ensino de literatura, é indispensável considerar o que a escola tem divulgado como literatura e de que maneira a prática do letramento literário está sendo inserida nas aulas, bem como analisar os Parâmetros Nacionais que regem os currículos escolares. Nesses estudos, será analisado o conceito de letramento literário e se problematizará o que preconizam os Parâmetros curriculares acerca do ensino de literatura nas escolas de Ensino Médio brasileiras. Para tanto, será feita a apresentação e a análise dos Parâmetros Curriculares Nacionais e Orientações Curriculares Nacionais, bem como do Currículo do Distrito Federal, com o objetivo de ampliar as reflexões sobre como a literatura é proposta para o Ensino Médio. Essa análise apontará para as contradições que se refletem na dificuldade do professor de literatura, dividido no paradoxo de promover o letramento literário – e, portanto, de criar abordagens didáticas que visem à formação de leitores literários e incluam práticas diversas de leituras – ou de ensinar a historiografia literária portuguesa e brasileira. Após tais considerações, será apresentada, por fim, uma proposta de reflexão e de mudança, apontando para caminhos que possam auxiliar na compreensão e na alteração desse cenário de paradoxos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Estanislau de Ataíde Mantovani, Instituto Federal de Brasília - Campus São Sebastião

Mestre em Literatura pela Universidade de Brasília e aluna de Doutorado em Literatura da mesma universidade. Professora do Instituto Federal de Brasília, Campus São Sebastião. Brasília/DF, Brasil.

Downloads

Publicado

2019-02-08

Como Citar

MANTOVANI, J. E. de A. Letramento literário e ensino de literatura no ensino médio: os reflexos de um paradoxo. Revista Polyphonía, Goiânia, v. 29, n. 2, 2019. DOI: 10.5216/rp.v29i2.57111. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sv/article/view/57111. Acesso em: 18 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: O ensino de Língua Portuguesa e Literatura na escola: caminhos e possibilidades nos estudos de linguagem