Os desafios da construção de um Mestrado Profissional: um panorama dos sete anos do Propec

Autores

  • Maylta dos Anjos Brandão Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ).
  • Eline Decccahe-Maia Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ).
  • Alexandre Maia do Bomfim Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ).

DOI:

https://doi.org/10.5216/rp.v24i2.37941

Resumo

O artigo levanta uma breve discussão do Mestrado Profissional (MP) em Ensino de Ciências, do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências (Propec) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ), desde sua implantação até a produção de suas pesquisas. Colocamos em pauta a identidade do MP e do Mestrado Acadêmico (MA) do Propec, para repensar o objetivo e a diferenciação final que fizemos de ambos. Problematizamos nossa compreensão sobre o MP, incorporando nossa própria experiência e buscando sua caracterização em relação ao MA. O “produto educacional” e a “dissertação” realizados nesse curso figuram como elementos que compõem a análise dos sete anos em que quatro turmas o frequentaram, apresentando 52 dissertações e 64 produtos elaborados durante esse percurso. O entendimento final é de que o produto, sendo prioritário no MP, deve ser construído num diálogo mais harmonioso e concreto entre teoria e prática. Como pista para outras pesquisas, sugerimos a análise das contribuições dos produtos para a melhoria do ensino e o compartilhamento das experiências que impactaram as ações dos professores em sala de aula depois de sua participação no MP. Concluímos também que nossos posicionamentos político-filosóficos são tão importantes quanto os argumentos científicos e que é indispensável uma reflexão continuada e coletiva sobre nosso fazer, dentro da pós-graduação em Ensino de Ciências.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maylta dos Anjos Brandão, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ).

Professora doutora do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências (Propec) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ).

Eline Decccahe-Maia, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ).

Professora doutora do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências (Propec) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ).

Alexandre Maia do Bomfim, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ).

Professor doutor do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências (Propec) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ).

Downloads

Publicado

2015-10-08

Como Citar

BRANDÃO, M. dos A.; DECCCAHE-MAIA, E.; BOMFIM, A. M. do. Os desafios da construção de um Mestrado Profissional: um panorama dos sete anos do Propec. Revista Polyphonía, Goiânia, v. 24, n. 2, p. 93–111, 2015. DOI: 10.5216/rp.v24i2.37941. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sv/article/view/37941. Acesso em: 15 ago. 2022.