Transversalidade e empowerment no material do Probio: breves considerações bibliográficas para Educação Ambiental

Autores

  • Valeriê Cardoso Machado Instituto Federal Goiano – Campus Morrinhos

DOI:

https://doi.org/10.5216/rp.v21i1.16304

Resumo

Este estudo tem como objetivo discutir teoricamente alguns aspectos históricos acerca do ambiente e da Educação Ambiental. Além disso, serão abordadas algumas reflexões sobre os conceitos de transversalidade e empowerment especialmente relacionados com o material didático denominado de Probio. Esse material foi elaborado pelo Departamento de Ecologia da Universidade de Brasília, sob requisição do Ministério de Meio Ambiente, e é composto por portfólios, livro do professor e jogo de tabuleiro. Ao estudar os portfólios e compreender o objetivo do jogo de tabuleiro, percebeu-se o quanto esse material pode ser utilizado de maneira interdisciplinar tanto no Ensino Fundamental como no Ensino Médio e, principalmente, o quanto pode contribuir para uma educação ambiental mais emancipatória, que realmente ajude a população a tornar-se mais igualitária, de forma a colaborar para a aquisição do empowerment, tão necessário para a prática da educação ambiental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Valeriê Cardoso Machado, Instituto Federal Goiano – Campus Morrinhos

Professora doutora em Geografia do Instituto Federal Goiano – Campus Morrinhos.

Downloads

Publicado

2011-11-24

Como Citar

MACHADO, V. C. Transversalidade e empowerment no material do Probio: breves considerações bibliográficas para Educação Ambiental. Revista Polyphonía, Goiânia, v. 21, n. 1, p. 289, 2011. DOI: 10.5216/rp.v21i1.16304. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sv/article/view/271. Acesso em: 7 ago. 2022.

Edição

Seção

Outros Artigos