A terceira idade no contexto das políticas públicas para a Educação de Jovens e Adultos (1988-2011)

Autores

  • Danilo Rabelo Cepae/UFG
  • Simone C. Rodrigues da Silva

DOI:

https://doi.org/10.5216/rp.v22i2.26663

Resumo

Este artigo aborda o desenvolvimento de políticas públicas para a EJA, a partir da LDBEN e do Estatuto do Idoso, visando destacar os avanços e os entraves desta modalidade de ensino, especialmente na alfabetização do sujeito idoso. Apesar das mudanças com a implantação do Estatuto e da Política Nacional do Idoso, da Constituição e da LDBEN, constata-se, pelos dados do IBGE de 2010, que o Brasil ainda tem um longo caminho a percorrer para oferecer aos jovens, adultos e idosos um ensino de qualidade. Também são enfocados os mecanismos de exclusão dos sujeitos idosos no contexto das políticas públicas para a Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Danilo Rabelo, Cepae/UFG

Doutor em História pela UnB (2006), sociólogo; professor do Cepae e do Programa de Pós- -Graduação em História da Universidade Federal de Goiás.

Simone C. Rodrigues da Silva

Pedagoga, especialista em Metodologia do Ensino Fundamental pela Universidade Federal de Goiás (2012).

Downloads

Publicado

2013-10-01

Como Citar

RABELO, D.; SILVA, S. C. R. da. A terceira idade no contexto das políticas públicas para a Educação de Jovens e Adultos (1988-2011). Revista Polyphonía, Goiânia, v. 22, n. 2, 2013. DOI: 10.5216/rp.v22i2.26663. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sv/article/view/26663. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Diversidade na Escola