A NOÇÃO DO ABSURDO EM CAMUS E A GEOGRAFIA ESCOLAR

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/signos.v4.72510

Palavras-chave:

Geografia Escolar, currículo, absurdo, precariedade, incontrolável

Resumo

Este artigo é uma fabulação com e sobre a Geografia Escolar. Produto de pensares e quereres das experiências com estudos e práticas desta Geografia, é embasado por uma tradução, hibridação, descolamentos que seus autores engendram da Estética do absurdo – o absurdismo – de Albert Camus. Nos inspiramos no Mito de Sísifo para defender a incorporação do absurdo na escola, o que nos autorizou a compor operações do incontrolável, do que não se pode banir do currículo, numa tensão insuperável, do rolar incessante de uma pedra-currículo. Valendo-nos das contribuições de Judith Butler, imaginamos um currículo sem amanhã, tensionado pela precariedade marcada pelo absurdo. Provocados por Larrosa, Deleuze e Guattari argumentamos pela defesa do currículo incontrolável, valorizando a experiência, aberta ao sensível e que potencializa devires. Nesse trajeto, refletiremos o Campo Curricular e a Geografia Escolar, focalizando na Base Nacional Comum (BNCC) para pautar seus movimentos de afirmação de univocidade curricular; e ficcionar Sísifo, em um passeio de volta para o futuro, elogiando e fabulando a Geografia no currículo escolar.

Biografia do Autor

Vitor Marques, Universidade Federal da Bahia, Salvador, Bahia, Brasil, vitormarques.geo@outlook.com

Doutorando em Educação na Universidade Federal da Bahia (UFBA), Graduado em Licenciatura em Geografia na Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) e Membro do Grupo de Pesquisa sobre Formação em Exercício de Professores (FEP/CNPq).

Endereço Profissional: Av. Reitor Miguel Calmon. s/n. Canela. Salvador. 40110-100.

E-mail: vitormarques.geo@outlook.com

Maria Inez Carvalho , Universidade Federal da Bahia, Salvador, Bahia, Brasil, misc@ufba.br

Pós-doutora em Desenvolvimento Curricular pela Universidade do Minho (UMinho) Portugal, Doutora e Mestre em Educação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade de São Paulo (USP). Atualmente é Professora Titular na Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia (FACED/UFBA) e Lider do Grupo de Pesquisa sobre Formação em Exercício de Professores (FEP/UFBA).

Endereço Profissional: Av. Reitor Miguel Calmon. s/n. Canela. Salvador. 40110-100.

E-mail: misc@ufba.br

Downloads

Publicado

2022-08-17

Edição

Seção

Artigos