DESVELANDO APRENDIZAGENS: ANÁLISE SOBRE O CONCEITO DE ESCALA GEOGRÁFICA NO CURSO DE LICENCIATURA EM GEOGRAFIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JATAÍ

Autores

Palavras-chave:

formação de professores, ensino de Geografia, formação de conceitos, Escala Geográfica

Resumo

Refletir sobre a formação de professores de Geografia é pensar sobre a mediação e construção de conhecimento pelos licenciandos, entendendo-a como um processo complexo, dinâmico, volátil e multifacetado que se dá no/pelo mundo. Nessa formação, a compreensão de um dos conceitos de fundamental importância ao futuro professor e a sua práxis docente é o de Escala Geográfica, entendido como artifício analítico-conceitual formulado a partir das análises da/sobre a realidade. A formação inicial, portanto, deve possibilitar a aquisição de conhecimentos próprios da ciência geográfica, permitindo uma análise em diferentes escalas geográficas dos fenômenos e suas espacialidades, possibilitando ao licenciando localizar, analisar, compreender e explicar os condicionantes que concorrem para a materialização dos fenômenos desta ou daquela forma, bem como mediar a construção do conhecimento que perpassa esse conceito aos estudantes da Educação Básica. Nesse aspecto, o presente artigo apresenta os principais resultados advindos da pesquisa de mestrado[1], ocorrida entre 2018 e 2020, com licenciandos em Geografia da Universidade Federal de Jataí. O objetivo era compreender o processo de formação do conceito, de Escala Geográfica, apontando sua importância, suas particularidades, implicações e correlações com outros conceitos. Como procedimentos de pesquisa, para o presente trabalho, realizou-se o levantamento das produções que versam sobre a temática, pesquisa documental sobre os direcionadores institucionais do curso, aplicou-se um questionário semiestruturado aos estudantes da última turma de licenciatura no primeiro semestre de 2019. Como resultado, identificou-se que, apesar de os licenciandos desenvolverem o conceito durante a formação inicial, não sabiam como mediar sua formação na Educação Básica, restringindo o potencial desse conceito para o ensino de Geografia.

 

[1] Moura Júnior (2020).

Biografia do Autor

Francisco Tomaz Moura Júnior, Rede Básica de Ensino, Jataí, Goiás, Brasil

Possui graduação e mestrado em Geografia pela Universidade Federal de Goiás/Regional Jataí. Atualmente é doutorando pelo Programa de Pós-graduação em Geografia (PPGeo) da Universidade Federal de Jataí. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Ensino de Geografia, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de geografia, formação de professores, identidade profissional.

Endereço Profissional: Rua Riachuelo, nº 1530, Setor Samuel Graham, Laboratório de Ensino de Geografia (LEGE)/UFJ, Jataí (GO). CEP: 75804-020.

E-mail: fthomaz-junior@hotmail.com

Downloads

Publicado

26-10-2021

Edição

Seção

Artigos