A escrita espontânea de pré-escolares: o que demonstra sobre as hipóteses da escrita

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v33.67660

Palavras-chave:

Pré-escola, Escrita espontânea, Hipóteses da escrita

Resumo

O presente estudo, no formato de relato de experiência, versa sobre a aquisição da escrita de pré-escolares. Sua problemática inserese nas reflexões feitas sobre a prática pedagógica da pesquisadora no contexto da escrita espontânea na sua turma de Infantil 5 (cinco). A pergunta geradora interessa-se em saber: o que a escrita espontânea de pré-escolares revela sobre as hipóteses da escrita? Convertendo-se no objetivo de identificar as hipóteses da escrita nos esboços espontâneos dos pré-escolares, na turma de infantil 5 (cinco). Regido pela concepção qualitativa de pesquisa, a pesquisa-ação permitiu averiguar e aferir as hipóteses da escrita nos escritos espontâneos dos discentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BASTOS, N. M. G. Introdução a metodologia do trabalho acadêmico. 3. ed. Fortaleza (CE), 2005.

BRASIL. Educação Infantil. In: Base Nacional Comum Curricular: Educação Infantil e Ensino Fundamental. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Básica, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em: 22 abril 2019. p. 35-53.

DAVIS, C.; OLIVEIRA, Z. de M. Psicologia na educação. 2.ed. São Paulo: Cortez, 1994.

FERREIRO, E. Reflexões sobre a alfabetização. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

FERREIRO, E.; TEBEROSKY, A. Psicogênese da língua escrita. 2.ed. Porto Alegre, RS: ARTMED EDITORA, 1999.

FIGUEIREDO, R. V.; GOMES, A. L. L.; MELO, C. M. N.; FARIAS, M. C. Q. Avaliação da leitura e da escrita: uma abordagem psicogenética. Fortaleza, CE: Edições UFC, 2009.

GOULART, I. B. Psicologia da educação: fundamentos teóricos aplicações à prática pedagógica. 21.ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2015.

KISHIMOTO, T. M. Alfabetização e letramento/literacia no contexto da educação infantil: desafios para o ensino, para a pesquisa e para a formação. Revista Múltiplas leituras, São Paulo, v. 3, n. 1, p. 18-36, jan. jun. 2010.

KRAMER, S. Alfabetização, leitura e escrita: formação de professores em curso. São Paulo: Editora Àtica, 2004.

LUCAS, M. A. O. F. Os processos de alfabetização e letramento na educação infantil: contribuições teóricas e concepções de professores. 2008. 322f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

PINHEIRO, R. C. Multiletramentos e aquisição da leitura e da escrita. Fortaleza, CE: EdUECE, 2019.

SOARES, M. Alfabetização e letramento. 5. ed. São Paulo: Contexto, 2007.

SOARES, M. Letramento: um tema em três gêneros. 3. ed. Belo Horizonte, MG: Autêntica Editora, 2012.

ZORZI, J. L. Aprendizagem e distúrbios da linguagem escrita: questões clínicas e educacionais. Porto Alegre, RS: Artmed, 2003.

Downloads

Publicado

11-08-2021

Como Citar

Monteiro, B. de S., & Araújo, H. de L. M. R. (2021). A escrita espontânea de pré-escolares: o que demonstra sobre as hipóteses da escrita. Signótica, 33. https://doi.org/10.5216/sig.v33.67660

Edição

Seção

Dossiê de Estudos Linguísticos