Bases teóricas e metodológicas para o inventário de candidatos a homônimos destinados a dicionários pedagógicos

Palavras-chave: Homonímia, Lexicografia Pedagógica, Pesquisa semân- tica, Léxico

Resumo

Ao analisarmos os valores semânticos de unidades léxicas (UL) com o objetivo de identificar casos de homonímia para um determinado repertório lexicográfico, podemos optar por critérios de natureza diacrônica ou sincrônica. Vários são os princípios epistemológicos e, por isso, o ato de definir uma lexia como homonímia requer decisões teóricas e rigorosa metodologia. Com este artigo, ao orientarmo-nos por princípios teóricos e metodológicos da Semântica e da Lexicografia Pedagógica (LEXPED), apresentamos as bases teóricas e metodológicas utilizadas na pesquisa empírica que realizamos com o objetivo de demonstrar a possibilidade de considerar a abordagem sincrônica para a definição de Unidades Léxicas Homônimas (ULH) no processo de inventário de candidatos a homônimos para comporem a nomenclatura de dicionários pedagógicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Odair Luiz Nadin, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP), Faculdade de Ciências e Letras (FCL), Araraquara, São Paulo, Brasil.

Doutor em Linguística e Língua Portuguesa. Docente do Curso de Letras Português/Espanhol e do Programa de Pós-Graduação em Linguística e Língua Portuguesa, mestrado e doutorado, da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", Câmpus de Araraquara/SP.

Referências

BATORÉO, Hanna. Entre dois fogos ou a pertinência do continuum entre polissemia e homonímia. Visão escalar na abordagem teórica em Linguística Cognitiva aplicada ao ensino do Português língua não-materna. In.: Textos Seleccionados. XXIV Encontro Nacional da Associação Portuguesa de Linguística, Lisboa, 2009, APL: 115-124.

BIDERMAN, Maria Teresa Camargo. Polissemia versus homonímia. In.: Anais do Seminário do Gel XXXVIII, Franca: Unifran – União das Faculdades Franciscanas, 1991.

BIDERMAN, Maria Teresa Camargo. A ciência da Lexicografia. In.: BIDERMAN, M. T. C. Lexicologia e Lexicografia. Alfa, 28, 1984. (Suplemento): 1 – 26.

BIDERMAN, Maria Teresa Camargo. Dicionário Didático de Português. 2. ed. São Paulo: Ática, 1998.

BIDERMAN, Maria Teresa Camargo. Teoria Linguística: linguística quantitativa e computacional. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1978.

BIDERMAN, Maria Teresa Camargo. Unidades complexas do léxico. In: RIO-TORTO, G. et al. (org.) Estudos em homenagem ao Professor Doutor Mário Vilela.1a ed. Porto (Portugal): Faculdade de Letras da Universidade do Porto, 2005, p. 747–757.

CABRÉ, María. Teresa. La terminología: representación y comunicación. Elementos para una teoría de base comunicativa y otros artículos. Barcelona: Universitat Pompeu Fabra, 1999.

CASTILLO CARBALLO, Mª Auxiliadora. La macroestructura del diccionario. In.: MEDINA GUERRA, Antonia M. (coord.). Lexicografía española. Barcelona: Editorial Planeta, S. A., 2003.

CLAVERÍA, Gloria; PLANAS, Carmen. La homonimia en la lexicografía española. In.: Nueva revista de filología hispánica. T. 49. n. 2, 2001.

CUNHA, Antônio Geraldo da. Dicionário etimológico da língua portuguesa. 4. ed. Revista pela nova ortografia. – Rio de Janeiro: Lexikon, 2010.

LYONS, John. Semântica. Vol. 1. Lisboa: Editorial Presença/Martins Fontes, 1977.

LYONS, John. Linguagem e linguística: uma introdução. Rio de Janeiro: LTC, 1987.

MORANTE VALLEJO, Roser. El desarrollo del conocimiento léxico en segundas lenguas. Madrid: Arco Libros, S.L., 2005.

MURAKAWA, Clotilde de Almeida Azevedo; ZAVAGLIA, Claudia. Questões teóricas específicas. In.: XATARA, Claudia; BEVILACQUA, Cleci Regina; HUMBLÉ, Philipe René Marie. Dicionários na teoria e na prática: como e para quem são feitos. São Paulo: Parábola, 2011.

PEREIRA, Renato Rodrigues. O dicionário pedagógico e a homonímia: em busca de parâmetros didáticos. Tese (Doutorado em Linguística e Língua Portuguesa). Universidade Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Faculdade de Ciências e Letras: Araraquara, 2018, 209 p.

PEREIRA, Renato Rodrigues; NADIN, Odair Luiz. Taxionomias toponímicas e relações com a Terminologia. Revista de Estudos da Linguagem. Belo Horizonte, v. 25, n. 1, p. 217-243, 2017.

NADIN, Odair Luiz. A variação denominativa em terminologia: a problemática das siglas. In.: MURAKAWA, Clotilde de Almeida Azevedo; NADIN, Odair Luiz. Terminologia: uma ciência interdisciplinar. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2013.

PORTO DAPENA, José-Álvaro. Manual de técnica lexicográfica. Madrid: ARCO/LIBROS, S. A., 2002.

ULLMANN, Stephen. Semântica: uma introdução à ciência do significado. Tradução de J.A. Osório Mateus. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1964.

WERNER, Reinhold. Lexico y teoria general del lengage. In: HAENSCH, G. et al. La Lexicografia. De la Linguística teórica a la Lexicografia práctica. Madrid: Editorial Gredos: 20- 94, 1982.

ZAVAGLIA, Cláudia. Análise da Homonímia no português: tratamento semântico com vistas a procedimentos computacionais. (Tese de doutorado). São José do Rio Preto: UNESP, 2002.

ZAVAGLIA, Cláudia. Ambiguidade gerada pela homonimia: revisitação teórica, linhas limítrofes com a polisemia e propostta de criterios distintivos. DELTA: Documentação de Estudos em Linguísta Teórica e Aplicada, São Paulo, v. 1, n. 19, 2003, p. 337 – 266.

ZAVAGLIA, Claudia; MURAKAWA, Clotilde de Almeida Azevedo. Questões teóricas específicas. In.: XATARA, Claudia; BEVILACQUA, Cleci Regina; HUMBLÉ, Philipe René Marie. Dicionários na teoria e na prática: como e para quem são feitos. São Paulo: Parábola, 2011.

Publicado
04-04-2020
Como Citar
Rodrigues-Pereira, R., & Nadin, O. L. (2020). Bases teóricas e metodológicas para o inventário de candidatos a homônimos destinados a dicionários pedagógicos. Signótica, 32. https://doi.org/10.5216/sig.v32.59510
Seção
Estudos Linguísticos