Acervos digitais e coleções universitárias

o potencial das instituições de ensino para a promoção da cultura digital em rede

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/revufg.v21.70424

Resumo

O artigo analisa a importância das universidades como instituições curatoriais, que produzem, organizam e conservam ao longo de sua existência coleções com diferentes finalidades, revelando potenciais científicos, culturais, históricos e sociais de enorme importância para a sociedade brasileira. No entanto, como ponto fundamental da problematização, o texto discute que grande parte desse material ainda se encontra inacessível na Internet e que o mesmo possui enorme potencial ao ser digitalizado e disponibilizado em rede a partir de repositórios digitais especialmente construídos e elaborados para esse fim. Utilizando como base de dados a Rede Brasileira de Coleções e Museus Universitários, o artigo demonstra que das 536 coleções universitárias atualmente existentes no Brasil menos de 30% publica algum tipo de objeto digital em seus sites e em torno de apenas 7% utilizam algum tipo de repositório digital para o gerenciamento da informação dos seus acervos. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-12-06

Como Citar

MARTINS, D. L.; MARTINS, L. C. . Acervos digitais e coleções universitárias: o potencial das instituições de ensino para a promoção da cultura digital em rede . Revista UFG, Goiânia, v. 21, n. 27, 2021. DOI: 10.5216/revufg.v21.70424. Disponível em: https://revistas.ufg.br/revistaufg/article/view/70424. Acesso em: 5 out. 2022.

Edição

Seção

Dossiê - Cultura e Universidade