Mapeamento para Política Cultural na UFBA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/revufg.v21.69054

Resumo

Este artigo discute os desafios postos pela contemporaneidade na relação entre cultura e universidade. O texto promove, também, reflexões a partir da experiência do Mapeamento Cultural da Universidade Federal da Bahia, pesquisa que buscou ampliar o conhecimento e reconhecimento da universidade enquanto instituição cultural. Em síntese, o texto conclui que o mapeamento é vital para a construção de políticas e planos universitários de cultura, fundamentais no reconhecimento pela sociedade da universidade como instituição atuante no campo cultural. Diante dos recorrentes ataques sofridos pela universidade no Brasil e em outros países, é fundamental garantir a sua interação com a sociedade, para o que a cultura é fator vital. Das interfaces mais consistentes entre universidade e sociedade depende o próprio futuro da instituição. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

29-12-2021

Como Citar

RUBIM, A. A. C.; ROCHA, S. C. Mapeamento para Política Cultural na UFBA. Revista UFG, Goiânia, v. 21, n. 27, 2021. DOI: 10.5216/revufg.v21.69054. Disponível em: https://revistas.ufg.br/revistaufg/article/view/69054. Acesso em: 24 fev. 2024.

Edição

Seção

Dossiê - Cultura e Universidade