EDUARD HANSLICK E A POLÊMICA CONTRA SENTIMENTOS NA MÚSICA

Autores

  • Mário Videira

DOI:

https://doi.org/10.5216/mh.v5i2.2471

Resumo

Este artigo aborda a polêmica de Eduard Hanslick contra os sentimentos na música. O formalismo musical de Hanslick pode ser considerado como uma reação às chamadas estéticas do efeito e à concepção de música como expressão dos sentimentos. Contra tais teorias, Hanslick procura estabelecer uma autonomia da música não em seu efeito sobre o sujeito, mas no próprio objeto de arte. Ele não aceita uma concepção que considera que a finalidade da música é a de suscitar sentimentos, nem aquela que considera os sentimentos como o conteúdo que a música representa em suas obras. A seu ver, o belo musical deve possuir em si mesmo seu significado e o efeito da música sobre o sentimento não pode ser considerado como o princípio estético da música.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-11-24

Como Citar

VIDEIRA, M. EDUARD HANSLICK E A POLÊMICA CONTRA SENTIMENTOS NA MÚSICA. Música Hodie, Goiânia, v. 5, n. 2, 2007. DOI: 10.5216/mh.v5i2.2471. Disponível em: https://revistas.ufg.br/musica/article/view/2471. Acesso em: 30 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos