INVESTIGAÇÃO SOBRE O FLUXO EXPIRATÓRIO NA EMISSÃO CANTADA E FALADA DE VOGAIS DO PORTUGUÊS EM CANTORES LÍRICOS BRASILEIROS

Autores

  • Rita de Cássia Fucci Amato

DOI:

https://doi.org/10.5216/mh.v7i1.1757

Resumo

A presente investigação consiste em uma análise aerodinâmica do fluxo expiratório durante as emissões das vogais /a/, /i/ e /u/ do português para a voz cantada e falada, realizadas por 23 (vinte e três) cantores líricos profissionais. A partir do estudo, concluiu-se que o fluxo aéreo das vogais cantadas é maior que o fluxo aéreo das vogais faladas e que o fluxo aéreo cantado e falado masculino é maior que o fluxo aéreo cantado e falado feminino. A pesquisa também destacou que o preparo técnico vocal realizado pelos cantores profissionais influiu decisivamente nas suas emissões, nas quais o fluxo aéreo foi superior ao de indivíduos que não desenvolveram o estudo do canto.
Palavras-chave: Canto lírico; Emissão de vogais; Fluxo expiratório.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-11-07

Como Citar

DE CÁSSIA FUCCI AMATO, R. INVESTIGAÇÃO SOBRE O FLUXO EXPIRATÓRIO NA EMISSÃO CANTADA E FALADA DE VOGAIS DO PORTUGUÊS EM CANTORES LÍRICOS BRASILEIROS. Música Hodie, Goiânia, v. 7, n. 1, 2007. DOI: 10.5216/mh.v7i1.1757. Disponível em: https://revistas.ufg.br/musica/article/view/1757. Acesso em: 25 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos