O MOVIMENTO NEGRO UNIVERSITÁRIO PELO OLHAR DOS LETRAMENTOS ACADÊMICOS: PRÁTICAS TRANSFORMADORAS E PERTENCIMENTO ACADÊMICO

Autores

  • Juliana Silva Santos Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG) Ibirité, Minas Gerais, Brasil, juliana_santos2@yahoo.com.br https://orcid.org/0000-0001-7596-9260

DOI:

https://doi.org/10.5216/ia.v48i1.74965

Resumo

Este artigo, desenvolvido a partir dos estudos dos letramentos como prática social e das relações étnico-raciais, objetiva lançar olhares sobre o movimento negro apontando elementos que o caracterizam como agente de letramento acadêmico. Para uma melhor compreensão desse aspecto, foi feita uma pesquisa de campo com um grupo de estudantes negros de uma universidade pública brasileira a partir de uma abordagem etnográfica como enfoque teórico-metodológico. Como resultado, foi possível depreender que a agência do movimento negro acadêmico apresenta um caráter afirmativo e que promove uma transformação gradativa dos letramentos acadêmicos, tanto por meio da busca por pertencimento efetivo da população negra no espaço universitário quanto pela inserção de sua história, saberes e trajetórias.

PALAVRAS-CHAVE: Movimento Negro; Letramentos Acadêmicos; Transformação; Universidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Silva Santos, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG) Ibirité, Minas Gerais, Brasil, juliana_santos2@yahoo.com.br

Doutora em Educação e Linguagem pela Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG. Mestre em Linguística do Texto e do Discurso/Análise do Discurso pela Faculdade de Letras e graduada em Letras (licenciatura em Português - 2011 e Inglês - 2013) pela mesma instituição. Atualmente, é professora de língua portuguesa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais - IFMG.

Downloads

Publicado

2023-05-09

Como Citar

SANTOS, J. S. O MOVIMENTO NEGRO UNIVERSITÁRIO PELO OLHAR DOS LETRAMENTOS ACADÊMICOS: PRÁTICAS TRANSFORMADORAS E PERTENCIMENTO ACADÊMICO. Revista Inter-Ação, Goiânia, v. 48, n. 1, p. 45–60, 2023. DOI: 10.5216/ia.v48i1.74965. Disponível em: https://revistas.ufg.br/interacao/article/view/74965. Acesso em: 21 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos