DIÁLOGOS AUTO(TRANS)FORMATIVOS COM PROFESSORAS DE TURMAS MULTI-IDADES NA EDUCAÇÃO INFANTIL: A ATUALIDADE DA OBRA FREIREANA E OS DESAFIOS À FORMAÇÃO INICIAL

Autores

  • Juliana Goelzer Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, julianagoelzer@yahoo.com.br https://orcid.org/0000-0003-2066-1589
  • Celso Ilgo Henz Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, celsoufsm@gmail.com https://orcid.org/0000-0002-0571-5684

DOI:

https://doi.org/10.5216/ia.v46ied.especial.68512

Resumo

Este artigo apresenta alguns dos resultados de uma pesquisa realizada com professoras de turmas multi-idades de uma Unidade de Educação Infantil, que teve o objetivo de investigar os possíveis processos auto(trans)formativos, provocados a partir da escuta sensível e do olhar aguçado às crianças nessas turmas, e os desafios colocados à formação inicial das professoras. O percurso metodológico, orientado pela Pesquisa-auto(trans)formação, foi realizado a partir de Cartas Pedagógicas e de Círculos Dialógicos Investigativo-auto(trans)formativos realizados com onze professoras que atuaram/atuam nessas turmas. Os resultados evidenciam a importância da reflexão crítica na e sobre a prática, e a necessidade de (com)vivências na escuta sensível e no olhar aguçado às crianças já desde a formação inicial como princípio basilar de uma práxis humanizadora.

PALAVRAS-CHAVE: Auto(trans)formação com Professoras. Educação Infantil. Escuta Sensível e Olhar Aguçado. Reflexão Crítica na e sobre a Prática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Goelzer, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, julianagoelzer@yahoo.com.br

Doutora em Educação (2020), Mestra em Educação (2014), Especialista em Gestão Educacional (2012) e Pedagoga (2010) pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM/RS). Professora do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM/RS) desde 2015, lotada na Unidade de Educação Infantil Ipê Amarelo (UEIIA), onde além de professora, exerceu o cargo de Diretora do Departamento de Ensino, Pesquisa e Extensão de 2015 a 2018 e, desde 2018, exerce o cargo de Vice-diretora.

Celso Ilgo Henz, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, celsoufsm@gmail.com

Possui graduação em Filosofia pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras Dom Bosco (1990), Mestrado em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria (1995), Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2003) e Pós-Doutorado pela Universidad de Sevilla Sevilla/Espanha. Atualmente é professor titular da Universidade Federal de Santa Maria e pesquisador do PPGE, na Linha de Pesquisa: Formação, Saberes e Desenvolvimento Profissional e do PPPG, na Linha de Pesquisa: Gestão Pedagógica e Contextos Educativos.

Downloads

Publicado

05-10-2021

Como Citar

Goelzer, J., & Henz, C. I. (2021). DIÁLOGOS AUTO(TRANS)FORMATIVOS COM PROFESSORAS DE TURMAS MULTI-IDADES NA EDUCAÇÃO INFANTIL: A ATUALIDADE DA OBRA FREIREANA E OS DESAFIOS À FORMAÇÃO INICIAL. Revista Inter Ação, 46(ed.especial), 1086–1101. https://doi.org/10.5216/ia.v46ied.especial.68512