A CRIATIVIDADE INFANTIL NA PERSPECTIVA DE LEV VIGOTSKI*

Autores

  • Geisa Nunes de Souza Mozzer, Fabrícia Teixeira Borges

DOI:

https://doi.org/10.5216/ia.v33i2.5269

Resumo

O presente artigo é uma reflexão teórica sobre os processos de criatividade e criatividade infantil, buscando esclarecer o leitor sobre estudos recentes sobre o tema, priorizando a teoria histórico-cultural de Vigotski. Entendemos a criatividade como um processo psíquico que se constrói na criança desde muito cedo e que se desenvolve em conjunto com outras funções superiores como a imaginação, o pensamento, a memória e a brincadeira. A possibilidade de criar está ligada ao contexto histórico, familiar, escolar e à riqueza de experiências vivenciadas pela criança. E, como atividade humana é semioticamente mediada pela cultura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-12-19

Como Citar

FABRÍCIA TEIXEIRA BORGES, G. N. de S. M. A CRIATIVIDADE INFANTIL NA PERSPECTIVA DE LEV VIGOTSKI*. Revista Inter-Ação, Goiânia, v. 33, n. 2, p. 297–316, 2008. DOI: 10.5216/ia.v33i2.5269. Disponível em: https://revistas.ufg.br/interacao/article/view/5269. Acesso em: 3 mar. 2024.

Edição

Seção

Dossiê