Onde estão os profissionais do gênero masculino na educação infantil? Reflexões históricas sobre a docência com crianças pequenas

Autores

  • DIEGO PAIVA BAHLS Universidade Estadual do Centro-Oeste
  • Aliandra Cristina Mesomo Lira Universidade Estadual do Centro-Oeste

DOI:

https://doi.org/10.5216/ia.v44i1.48970

Resumo

O artigo tem como objetivo problematizar o perfil dos docentes que atuam na educação infantil, refletindo sobre a ausência de profissionais do gênero masculino na área. Para tanto, parte de uma abordagem qualitativa de cunho bibliográfico e documental. Abordamos as questões de gênero explícitas na profissão docente na educação infantil que foram  consolidando a docência no decorrer da história, e que de maneira resistente permanecem até a atualidade. A pesquisa traz dados de publicações do período de 2000 a 2015 que demarcaram a ausência de profissionais do gênero masculino na educação infantil e que discutem a temática. Nesse sentido, a pesquisa problematiza essa condição e aponta para a necessidade de reconhecer que o que capacita para a docência é a formação.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

DIEGO PAIVA BAHLS, Universidade Estadual do Centro-Oeste

Mestrando em Educação pela Universidade Federal do Paraná (PPGE - UFPR) e Graduado em Pedagogia pela Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO. 

Aliandra Cristina Mesomo Lira, Universidade Estadual do Centro-Oeste

Formada em Pedagogia pela Universidade Estadual de Maringá. Durante a graduação participou do PET (Programa de Educação Tutorial). Mestre e Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo. Atualmente é professora Associada do Departamento de Pedagogia da Universidade Estadual do Centro-Oeste, em Guarapuava, Paraná, atuando na graduação e no Mestrado em Educação. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Ensino superior, pesquisando principalmente os seguintes temas: educação infantil, educação, escolarização, formação de professores e infância. Líder do GEPEDIN/CNPq- Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Infantil da UNICENTRO.

Downloads

Publicado

2019-05-29

Como Citar

BAHLS, D. P.; MESOMO LIRA, A. C. Onde estão os profissionais do gênero masculino na educação infantil? Reflexões históricas sobre a docência com crianças pequenas. Revista Inter-Ação, Goiânia, v. 44, n. 1, p. 243–257, 2019. DOI: 10.5216/ia.v44i1.48970. Disponível em: https://revistas.ufg.br/interacao/article/view/48970. Acesso em: 25 jul. 2024.