MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: CONTRIBUIÇÕES DA ATIVIDADE ORIENTADORA DE ENSINO PARA A (RE)ORGANIZAÇÃO DA PRÁTICA DOCENTE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/ia.v42i1.41860

Palavras-chave:

educação matemática, psicologia histórico-cultural, formação de professores, educação infantil

Resumo

O texto apresenta uma pesquisa que investigou as contribuições do conceito de Atividade Orientadora de Ensino como desencadeador da mudança de prática docente na Educação Infantil, na organização do ensino de noções matemáticas. O referencial teórico é a psicologia Histórico-Cultural, a Teoria da Atividade e o conceito de Atividade Orientadora de Ensino. Partindo de um contexto escolar no qual as professoras desenvolviam atividades matemáticas pautadas apenas em situações cotidianas e repetidas, desenvolvemos um experimento didático para acompanhar o movimento de aprendizagem docente. Os resultados indicam a potencialidade do conceito de Atividade Orientadora de Ensino como propiciador de mudança da prática docente a partir de nova organização do ensino da matemática na Educação Infantil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gisele Mendes Amorim, Universidade Federal de São Paulo campus Guarulhos

Mestre em Educação pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2005). Atua como diretora de escola municipal, realiza pesquisa na área de formação de professores na perspectiva histórico-cultural e participa do Grupo de Estudos e Pesquisa em Processos Educativos e Perspectiva Histórico-Cultural da Unifesp.

Vanessa Dias Moretti, Universidade Federal de São Paulo campus Guarulhos

Doutora em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (Ensino de Ciências e Matemática), com pós-doutorado em Educação pela Laurentian University (Canadá). Licenciada em Matemática pelo Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo. Professor Adjunto IV da Universidade Federal de São Paulo UNIFESP e professora credenciada do Programa de Pós-graduação em Educação (PPGE) da mesma instituição. Pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre a Atividade Pedagógica- GEPAPe/USP - e líder do Grupo de Estudos e Pesquisa em Processos Educativos e Perspectiva Histórico Cultural - GEPPEDH na Unifesp. Desenvolve pesquisas em Educação Matemática focando especialmente a formação inicial e continuada de professores que ensinam matemática, aprendizagem da docência, atividade de ensino e teoria histórico-cultural.

 

Downloads

Publicado

2017-06-09

Como Citar

AMORIM, G. M.; MORETTI, V. D. MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: CONTRIBUIÇÕES DA ATIVIDADE ORIENTADORA DE ENSINO PARA A (RE)ORGANIZAÇÃO DA PRÁTICA DOCENTE. Revista Inter-Ação, Goiânia, v. 42, n. 1, p. 194–213, 2017. DOI: 10.5216/ia.v42i1.41860. Disponível em: https://revistas.ufg.br/interacao/article/view/41860. Acesso em: 28 fev. 2024.