Educação profissional em rede

ações e sociabilidades dos intelectuais educadores do ensino técnico profissional brasileiro na primeira metade do século XX

Autores

  • Olivia Morais de Medeiros Neta Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Sandra Maria de Assis Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte https://orcid.org/0000-0002-9577-9656

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v27i1.74227

Palavras-chave:

Educação profissional, Rede de sociabilidades, Ensino técnico profissional brasileiro

Resumo

Esse texto é parte de uma pesquisa que discute a formação da rede de sociabilidades constituída no seio do ensino industrial a partir das interações entre os educadores, intelectuais, gestores públicos e empresários envolvidos com o processo de organização do ensino técnico profissional, identificando alguns sujeitos e apresentando um mapeamento de seus dados biográficos, espaços de atuação, grupos que formavam e sociabilidades construídas.  Os dados da pesquisa foram obtidos por meio de consulta às fontes documentais digitais, especialmente da Hemeroteca Digital Brasileira e do Arquivo Gustavo Capanema do CPDOC/FGV, além das fontes bibliográficas. Os dados biográficos obtidos na consulta às fontes documentais e na pesquisa bibliográfica, permite-nos um vislumbre dos contornos da rede de sociabilidades dos intelectuais educadores do ensino técnico industrial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Olivia Morais de Medeiros Neta, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Doutorado em Educação, mestrado em História e graduação em História (Licenciatura e Bacharelado) pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Bolsista Produtividade em Pesquisa - PQ 2/CNPq. Professora do Centro de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e atua como professora-orientadora no Programa de Pós-Graduação em Educação (UFRN) e no Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN).

Sandra Maria de Assis, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte

Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte. Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Educação Profisisonal do IFRN.

Referências

ASSIS, S. M. de.; COSTA, K. L. S. da .; MEDEIROS NETA, O. M. de. Roberto Mange, a criação do Centro Ferroviário de Ensino e Seleção Profissional (CFESP) e a formação para o trabalho nas décadas de 1930 e 1940. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 13, p. e249101321383, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i13.21383. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/21383. Acesso em: 30 set. 2022.

BARBARESCO, Cleber Schaefer; COSTA, David Antonio da. A expertise de João Lüderitz: A organização do ensino de aritmética nas Escolas de Aprendizes Artífices (1920-1926). REMATEC: Revista de Matemática, Ensino e Cultura. Belém, 2020.

BOURDIEU, Pierre. “O capital social. Notas provisórias”, Anais de Pesquisa em Ciências Sociais, 1980, p. 31, 2-3.

BRASIL. Decreto-lei Nº 4.073, de 30 de janeiro de 1942. Lei orgânica do ensino industrial. Brasília: Presidência da República, Casa Civil, Subchefia para Assuntos Jurídicos, [1942b]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Decreto-Lei/. Acesso em: 10 maio 2022

FONSECA, Celso Suckow da. História do Ensino Industrial no Brasil. (volume 1). Rio de Janeiro. 1961.

FONSECA, Celso Suckow da. História do Ensino Industrial no Brasil. (volume 2). Rio de Janeiro. 1962.

FUCHS, Eckhardt. Educational sciences, morality and politics: international educational congresses in the early twentieth century. Paedagogica historica, v. 40, n. 5-6, p. 757-784, 2004.

FUCHS, Eckhardt. Networks and the History of Education. Paedagogica Historica, v. 43, n. 2, p. 185-197, 2007.

HEINZ, Flávio M. Positivistas e republicanos: os professores da Escola de Engenharia de Porto Alegre entre a atividade política e a administração pública (1896-1930). Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 29, nº 58, p. 263-289 – 2009. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbh/. Acesso em: 21 jul 2022.

MEDEIROS NETA, O. M; CIAVATTA, M. Fontes para a história da educação profissional: Boletim da CBAI. João Pessoa: Ideia, 2020.

MEDEIROS NETA, Olivia Morais de; ASSIS, Sandra Maria de; CAMPOS, Ísis de Freitas. Viagens pedagógicas e o ensino técnico brasileiro (1909-1946). Temps d’Educació, n. 61, p. 69-84, 2021. Disponível em: https://raco.cat/index.php/TempsEducacio/article/view/400537 Acesso em: 21 jul 2022.

PEDROSA, José Geraldo. A atuação de Robert Auguste Edmond Mange (1885–1955) na constituição e na instituição do novo ensino industrial brasileiro nos anos 1930 e 1940. Educação & Tecnologia, v. 19, n. 2, 2015. Disponível em: https://www.periodicos.cefetmg.br/index.php/revista-et/article/view/612 Acesso: 10 ago. 2022.

PEDROSA, José Geraldo; SANTOS, Oldair Glatson dos. Agentes do ensino industrial no brasil (1920–30–40) e suas referências internacionais: europeísmo e americanismo. Cadernos de História da Educação, v. 13, n. 1, 2014. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/che/article/view/28181 Acesso: 05 ago. 2022.

PEDROSA, José Geraldo; SANTOS, Oldair Glatson dos. A atuação de Francisco Montojos na constituição e na instituição do novo ensino industrial brasileiro (de 1934 até 1942). Revista Educação e Tecnologia. UFTPR/Curitiba. 2015. Disponível em: http://revistas.utfpr.edu.br/pb/index.php/revedutec-ct/article/view/1854/1336. Acesso em: 21 jul. 2022

PORTUGAL, Sílvia. Contributos para uma discussão do conceito de rede na teoria sociológica. Oficina do CES. 271 (2007), 36p.

SANTOS, R. M. B.; AFONSO, J. A. M. M. Leituras higienizadas: análise dos manuais adotados nas Escolas de Aprendizes Artífices (1909-1937). History of Education in Latin America - HistELA, v. 1, 30 dez. 2018.

SCHWARTZMAN, Simon; BOMENY, Helena Maria Bousquet; COSTA, Vanda. Tempos de Capanema. São Paulo; Rio de Janeiro: Paz e Terra; Editora da Fundação Getúlio Vargas. 2000.

SIRINELLI, J. F. Os intelectuais. In REMOND, R. (Org.). Por uma história política. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 2003. p. 231-269.

ZANETTI, Augusto. A engenharia pedagógica: taylorismo e racionalização no pensamento de Roberto Mange. Tese de doutoramento. Departamento de História do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UNICAMP. Campinas, SP, 2001.

Downloads

Publicado

2023-05-30

Como Citar

MEDEIROS NETA, O. M. de; ASSIS, S. M. de. Educação profissional em rede: ações e sociabilidades dos intelectuais educadores do ensino técnico profissional brasileiro na primeira metade do século XX. História Revista, Goiânia, v. 27, n. 1, p. 222–243, 2023. DOI: 10.5216/hr.v27i1.74227. Disponível em: https://revistas.ufg.br/historia/article/view/74227. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

Dossiê: História, trabalho e cidadania