O percurso categorial da natureza e da história: pertinência para os estudos sobre o ser social e sua corporeidade no âmbito da Educação Física

relevance for studies on the social being and its corporeality in the scope of Physical Education

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v26.72801

Palavras-chave:

Natureza, História, Ontologia, Ser Humano, Ser Social

Resumo

Este presente trabalho acompanha o desenvolvimento das categorias natureza e da história no pensamento filosófico-social ocidental até o século XVIII. O estudo centrado nestas categorias, as entendem como importantes pressupostos para uma ontologia do ser social marxiana-lukasciana. Também entende como necessária, a revisão da elaboração destes fundamentos para se compreender o corpo e a corporeidade humana constituídos no complexo relacional destas categorias. Conclui-se que a antinomia entre o natural e histórico-social neste período não possui resoluções concretas e satisfatórias para o entendimento do complexo, mas é possível observar a tentativa de cisão e superação da natureza pelo espírito racional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcel Farias de Sousa, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil marcelfs@ufg.br

Possui doutorado em Educação Física pelo Programa de Pós Graduação em Educação Física da Universidade de Brasília (2020). Possui graduação em Educação Física Licenciatura Plena pela Escola Superior de Educação Física e Fisioterapia de Goiás (2005) com especialização (lato sensu) na área escolar realizada nesta mesma instituição. É mestre em sociologia pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Goiás (UFG). É professor na Faculdade de Educação Física e Dança (FEFD) da mesma universidade no curso de licenciatura e bacharelado em educação física. Foi professor no curso de educação física parcelado (Convênio VII) oferecido pela Escola Superior de Educação Física e Fisioterapia de Goiás (ESEFFEGO/UEG) e no curso de licenciatura em educação física na Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO). Foi professor efetivo de educação física na Rede Municipal de Educação da cidade de Goiânia (Escola Municipal Maria Genoveva). Participou do Centro de Pesquisa em Cultura Japonesa do Estado de Goiás (CPCJ-GO), que foi uma parceria com o Centro de Estudos Orientais (CEO) da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Tem experiência na área de estudos ontológico-epistemológicos sobre o corpo e corporeidade na Educação Física, na educação física escolar, sociologia e pedagogia do esporte, estudos culturais sobre as práticas corporais orientais.

Edson Marcelo Hungaro, Universidade de Brasília (UnB), Brasília, Distrito Federal, Brasil mhungaro@unb.br

Licenciado em Educação Física pela Escola Superior de Educação Física de São Caetano do Sul (1988), possui Mestrado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2001), Doutorado em Educação Física pela Faculdade de Educação Física da Universidade Estadual de Campinas/UNICAMP (2008) - na área de concentração Educação Física e Sociedade; e Pós-Doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas/UNICAMP (2015). Professor Associado da Faculdade de Educação Física/FEF da Universidade de Brasília - UnB, onde leciona as seguintes disciplinas, na graduação: Pesquisa em Educação Física; Educação Física e Educação Estética; Ciência e Educação Física (licenciatura e bacharelado); Didática da Educação Física; Lazer, trabalho e sociedade; Pedagogia da Educação Física no Ensino Fundamental; e Fundamentos Históricos e Teóricos da Educação Física. Na pós-graduação: Teoria Social, Pós-modernidade e Educação Física; e Tendências da Educação Física Escolar. No ensino à distância (UAB), foi professor autor e supervisor das disciplinas Fundamentos Pedagógicos da Educação Física no Ensino Fundamental e Lazer, Sociedade e Trabalho. Coordenador do AVANTE - Grupo de pesquisa e formação sócio-crítica em educação física, esporte e lazer da FEF/UnB - que integra a Rede CEDES do Ministério do Esporte. Vice diretor da Faculdade de Educação Física de 2014-2017 e coordenou o curso de Educação Física da FEF/UnB de 2001 a 2013. Vice-presidente e membro da Direção Nacional do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte/CBCE por duas gestões (2009-2011 e 2011-2013) entidade que representou no Conselho Nacional de Esporte do Ministério do Esporte.

Downloads

Publicado

2023-02-27

Como Citar

FARIAS DE SOUSA, M.; MARCELO HUNGARO, E. O percurso categorial da natureza e da história: pertinência para os estudos sobre o ser social e sua corporeidade no âmbito da Educação Física: relevance for studies on the social being and its corporeality in the scope of Physical Education. Pensar a Prática, Goiânia, v. 26, 2023. DOI: 10.5216/rpp.v26.72801. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/72801. Acesso em: 23 maio. 2024.

Edição

Seção

Ensaios