A Educação Física no Sistema Único de Assistência Social: considerações a partir de editais de concursos públicos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v25.70159

Palavras-chave:

Educação Física, Prática Profissional, Serviços de Assistência Social

Resumo

O objetivo deste estudo foi investigar como tem se dado o trabalho da Educação Física na Assistência Social, uma vez que a Política Nacional de Assistência Social ainda não reconhece o profissional como integrante de suas equipes e nem ao menos subsidia orientações para tal. Para tanto, desenvolvemos uma pesquisa documental de categorização não apriorística consultando editais de concursos públicos e processos seletivos simplificados. Alguns editais revelaram a importância do profissional em processos de convivência e em programas socioeducativos, assumindo postura acolhedora e inclusiva, prevenindo e enfrentando situações de vulnerabilidade social, contribuindo para a inclusão e sentimento de pertença social dos cidadãos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alessandro Demel Lotti, Universidade Federal de São Paulo (UFSP), Santos, São Paulo, Brasil, alex.lotti@gmail.com

Bacharel em Educação Física, Especialista em Gestão Pública Municipal e Mestre em Ciências da Saúde. Membro do Laboratório Interdisciplinar em Ciências Humanas, Sociais e Saúde (LICHSS/Unifesp) e do Grupo de Estudo e Pesquisa Sociocultural em Educação Física (GEPSEF/Unifesp). Atua desde 2016 como profissional de Educação Física na Secretaria de Assistência Social da Prefeitura de Praia Grande - SP, nos Programas Conviver do Idoso e Centro Dia do Idoso.

Downloads

Publicado

2022-05-27

Como Citar

LOTTI, A. D. A Educação Física no Sistema Único de Assistência Social: considerações a partir de editais de concursos públicos. Pensar a Prática, Goiânia, v. 25, 2022. DOI: 10.5216/rpp.v25.70159. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/70159. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais