FATORES DE RISCO PARA DOENÇAS CARDIOVASCULARES EM ADOLESCENTES OBESOS DE TRÊS DISTRITOS SANITÁRIOS DE GOIÂNIA

Autores

  • Silvia Salete Ozelame Programa de Mestrado em Ciências da Saúde da Universidade Federal de Goiás
  • Maria Sebastiana Silva Universidade Federal de Goiás - Goiânia

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v12i1.6036

Palavras-chave:

Adolescente, Obesidade, Doenças cardiovasculares

Resumo

O objetivo da pesquisa foi identificar e avaliar os riscos para doenças cardiovasculares em adolescentes obesos. Avaliou-se a circunferência muscular do braço, a dobra cutânea tricipital, perfil lipidêmico, glicemia, pressão arterial, nível de atividade física, doenças na família e hábito alimentar de 42 adolescentes, ambos os sexos, de 13 a 16 anos de idade. Os resultados indicaram que os triglicérides, colesterol, LDL-c e pressão arterial estavam elevados em 10%, 30%, 30% e 21% dos adolescentes, respectivamente. Dentre eles, 36% eram pouco ativos, 64% sedentários e todos tinham hábito alimentar inadequado. Concluindo, os adolescentes avaliados apresentaram indicadores adicionais para doenças cardiovasculares e, portanto necessitam de cuidados especiais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvia Salete Ozelame, Programa de Mestrado em Ciências da Saúde da Universidade Federal de Goiás

Professora de Educação Física da Rede Municipal de Ensino da cidade de Goiânia.

Maria Sebastiana Silva, Universidade Federal de Goiás - Goiânia

Professora Associada da Faculdade de Educação Física da Universidade Federal de Goiás.

Downloads

Publicado

2009-04-27

Como Citar

OZELAME, S. S.; SILVA, M. S. FATORES DE RISCO PARA DOENÇAS CARDIOVASCULARES EM ADOLESCENTES OBESOS DE TRÊS DISTRITOS SANITÁRIOS DE GOIÂNIA. Pensar a Prática, Goiânia, v. 12, n. 1, 2009. DOI: 10.5216/rpp.v12i1.6036. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/6036. Acesso em: 29 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais