A Coreologia de Rudolf Laban e o ensino de artes corporais

uma síntese de conceitos-chave

Autores

  • José Rafael Madureira Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Diamantina, Minas Gerais, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v23.60104

Palavras-chave:

Coreologia. Rudolf Laban. Ensino de Artes Corporais. Historiografia da Dança.

Resumo

Laban lançou a Coreologia em 1928 com o propósito de redimensionar o lugar da dança na cultura e na sociedade. No Brasil, os primeiros estudos sobre a Coreologia tiveram início em meados do século XX, mas somente em 2001, com a dissertação de Lenira Rengel, o corpus teórico de Laban tornou-se mais acessível ao público brasileiro. A Coreologia estrutura-se através de duas categorias que devem ser pensadas como uma unidade: a Corêutica e a Eucinética. O propósito deste artigo é apresentar uma síntese de conceitos-chave da Coreologia de Laban e contribuir com a divulgação, entre estudantes e profissionais de artes, pedagogia e educação física, de uma obra instigante que permanece aberta a traduções, interpretações e atualizações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Rafael Madureira, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Diamantina, Minas Gerais, Brasil

Pesquisador-líder do Hop Musical - Grupo de Estudos em Métodos e Técnicas de Ensino de Dança, Teatro e Música (CNPq/UFVJM)

Downloads

Publicado

21-12-2020

Como Citar

Madureira, J. R. (2020). A Coreologia de Rudolf Laban e o ensino de artes corporais: uma síntese de conceitos-chave. Pensar a Prática, 23. https://doi.org/10.5216/rpp.v23.60104

Edição

Seção

Artigos de Revisão