EDUCACIÓN FÍSICA… LA FUERZA DEL DISPOSITIVO BIOPOLÍTICO EN LA EDUCACIÓN DEL CUERPO

Autores

  • Angela Liliana Rocha Bidegain Universida Nacional de La Plata

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v12i2.5883

Palavras-chave:

educação física, biopolítica, dispositivo, subjetividade.

Resumo

É claro que o nosso ponto de partida é o pressente, mas é preciso utilizar ou passado para compreeender certos aspectos desta realidade. É necessario mostrar que nao é "natural" que as coisas sejam assim deste modo e isto só é possivel revisando a história, mostrando que nao há nada de ingênuo na maneira de interpretar os fatos, que as "coisas" nao sempre foram assim e que elas poderiam ser de outro jeito.
Então pode-se dizer que no grão caleidiscópio da teoría, cada parte faz o tudo, mas que tudo?
Esta é a questão que tentaremos responder, para isso é indispensável analisar como é que cada parte estava localizada, que local foi designado e para que foi atribuido?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Angela Liliana Rocha Bidegain, Universida Nacional de La Plata

Prof. en Educación Física. Maestranda en Educación Corporal. Jéfe de trabajos prácticos de la asignatura Educación física 5 - Prof. del Semianrio Observación y prácticas en el Nivel Superior del Profesorado y Licenciatura en Educación física de la UNLP - Argentina 

Downloads

Publicado

2009-08-26

Como Citar

ROCHA BIDEGAIN, A. L. EDUCACIÓN FÍSICA… LA FUERZA DEL DISPOSITIVO BIOPOLÍTICO EN LA EDUCACIÓN DEL CUERPO. Pensar a Prática, Goiânia, v. 12, n. 2, 2009. DOI: 10.5216/rpp.v12i2.5883. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/5883. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

Ensaios