Affordances e produção de conteúdo no Instagram

análise do perfil “Fora do Plástico”

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/ci.v25.71600

Palavras-chave:

Affordances, Plataformização da Produção Cultural, Instagram

Resumo

Este artigo tem por objetivo analisar as práticas de produção de conteúdo do perfil @foradoplastico no Instagram por meio da análise de affordances. O referencial teórico aborda plataformas online, plataformização da produção cultural e affordances. Em termos metodológicos, a pesquisa se caracteriza como estudo de caso e se vale de pesquisa bibliográfica, pesquisa documental e entrevista não-estruturada. As categorias de análise são tipos de affordances em plataformas online (BUCHER; HELMOND, 2018). Os resultados demonstram o uso tanto táticas de apropriação, quanto de ressignificação de affordances do Instagram na produção deste conteúdo de nicho, assim como o uso de múltiplas plataformas pelos produtores de conteúdo entrevistados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Portella Montardo, Universidade Feevale (FEEVALE), Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil, sandramontardo@feevale.br

Doutora em Comunicação (PUCRS). Professora e Pesquisadora da Universidade Feevale no seguintes cursos: Programa de Pós-graduação em Processos e Manifestações Culturais e no Mestrado Profissional em Indústria Criativa. Coordenadora do Grupo de Pesquisa em Comunicação, Cultura e Consumo Digitais (c3dig). Bolsista de Produtividade CNPq (Nível 2).

Vanessa Amália Dalpizol Valiati, Universidade Feevale (FEEVALE), Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil, vanessavaliati@feevale.br

Doutora em Comunicação e Informação (UFRGS). Professora e pesquisadora no Mestrado em Indústria Criativa da Universidade Feevale. Membro do Laboratório de Interação Mediada por Computador e do Grupo de Pesquisa em Comunicação, Cultura e Consumo Digitais (c3dig).  

 

Claiton Silva, Universidade Feevale (FEEVALE), Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil, claiton.silva@hotmail.com

Mestrando em Processos e Manifestações Culturais (Universidade Feevale). Jornalista. 

Referências

BITENCOURT, E. Smartbodies: corpo, tecnologias vestíveis e performatividade algorítmica: um estudo exploratório dos modos heurísticos de corporar

na plataforma Fitbit. 2019. Tese (Doutorado em Comunicação e Cultura) – Faculdade de Comunicação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2019.

BUCHER, Taina; HELMOND, Anne. The Affordances of Social Media Platforms. In: BURGESS, Jean; POELL, Thomas; MARWICK, Alice. (Eds.). The SAGE Handbook of Social Media. London: SAGE Publications, 2018. p. 233–253.

D'ANDRÉA, Carlos. Pesquisando plataformas online: conceitos e métodos. Salvador: EDUFBA, 2020.

DUFFY, Brooke Erin; NIEBORG, David; POELL, Thomas. Site Platforms and Cultural Production. Disponível em: https://www.platformization.net/. Acesso em: 10 jan. 2021.

FORA DO PLÁSTICO. Entrevista com Pedro Ferreira e Mariana Viana. 17 mai. 2021. Entrevista. 1 MP3 (1h20’41’’). Disponível em: https://is.gd/Tb6LHR. Acesso em: 28 ago. 2021.

GILLESPIE, T. Custodians of the Internet. Platforms, Content Moderation, and the Hidden Decisions That Shape Social Media. New Haven: Yale University Press, 2018.

HELMOND, A.; NIEBORG, D. B.; VAN DER VLIST, F. N. Facebook’s evolution: development of a platform-as-infrastructure. Internet Histories, v. 3, n. 2, p. 123-146, 2019.

LEAVER, T.; HIGHFIELD, T.; ABIDIN, C. Instagram. Visual Social Media Cultures. Cambridge, UK: Polity Press, 2020.

MATOS, Ludmila Santos. O YouTube não liga pra gente: agenciamentos sociotécnicos na percepção de criadores de conteúdo brasileiros para o YouTube. 2020. 282 f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação, Porto Alegre, 2020.

MAYER-SCHÖNBERGER, V.; CUKIER, K. Big data: A revolution that will transform how we live, work, and think. Boston: Houghton Mifflin Harcourt, 2013.

NIEBORG, David; POELL, Thomas. The platformization of cultural production: Theorizing the contingent cultural commodity. New Media & Society, v. 20, n. 11, p. 4275-4292, 2018.

PARKER, Geoffrey G.; ALSTYNE, Marshall W. Van; CHOUDARY, Sangeet P. Plataforma. A Revolução da Estratégia. Barueri, SP: HSM, 2016.

POELL, Thomas; NIEBORG David; VAN DIJCK, José. Plataformização. Revista Fronteiras - Estudos Midiáticos, v. 22, n. 1, p. 2-10, 2020. DOI: https://doi.org/10.4013/fem.2020.221.01.

COSTA, Rafael Rodrigues; SILVA, Naiana Rodrigues. O que cabe num retângulo: cenografias de desempenho em imagens plataformizadas. Comunicação &; Informação, Goiânia, Goiás, v. 23, p. 1-25, 2020. DOI: https://doi.org/10.5216/ci.v23.65212.

VAN DIJCK, José. POELL, Thomas; DE WALL, Martijn. The Platform Society: Public Values in a Connective World. Londres: Oxford, 2018.

YIN, R.K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Tradução: Christian Matheus Herrera. – 5ª edição. Porto Alegre: Bookman, 2015.

Downloads

Publicado

2022-10-26

Como Citar

PORTELLA MONTARDO, S.; DALPIZOL VALIATI, V. A.; SILVA, C. Affordances e produção de conteúdo no Instagram: análise do perfil “Fora do Plástico”. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 25, p. 643–667, 2022. DOI: 10.5216/ci.v25.71600. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/71600. Acesso em: 21 jul. 2024.