Alfabetização informacional desde a infância: apontamentos a partir da pesquisa “TIC Kids Online Brasil”

Autores

  • Maximiliano Martin Vicente Universidade Estadual Paulista - Unesp
  • Mayra Fernanda Ferreira Universidade Estadual Paulista. Universidade do Sagrado Coração.

DOI:

https://doi.org/10.5216/ci.v20i1.44734

Palavras-chave:

Alfabetização informacional, Infância, Tecnologias da informação e da comunicação, Formação infantil, Cidadania.

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo identificar as competências informacionais das crianças a partir dos usos que fazem da internet. Considerando a emergência de uma geração digital, que se relaciona naturalmente com as tecnologias, é importante analisar os interesses infantis e de que modo as crianças são formadas para fazer um bom uso das informações, isto é, se há um contexto e um processo de alfabetização informacional. Tendo como objeto de análise descritiva e de conteúdo os dados do relatório “TIC Kids Online Brasil 2015”, realizado pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil, articulando-os com a proposta de Alfabetização Midiática e Informacional da Unesco, verifica-se a necessidade de diretrizes para assegurar o acesso e o uso competente de informações pelas crianças. Ao garantir o acesso e um uso ético, criativo e crítico das informações, acredita-se na contribuição para uma infância ativa e cidadã em uma sociedade democrática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maximiliano Martin Vicente, Universidade Estadual Paulista - Unesp

Livre-docente em História. Docente da graduação e pós-graduação da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Unesp em Bauru. Membro do Grupo de Pesquisa Mídia e Sociedade. Brasil, São Paulo, Bauru. E-mail: maxvicente@faac.unesp.br

Mayra Fernanda Ferreira, Universidade Estadual Paulista. Universidade do Sagrado Coração.

Doutoranda em Comunicação da Unesp. Mestre em Comunicação e Bacharel em Comunicação Social. Coordenadora e docente do curso de Jornalismo da Universidade do Sagrado Coração. Jornalista da TV Universitária Unesp. Brasil, São Paulo, Bauru. E-mail: mayraunesp@yahoo.com.br

Referências

BARRETO, Aldo de Albuquerque. A questão da informação. 1994. Disponível em:< http://bogliolo.eci.ufmg.br/downloads/BARRETO%20A%20Questao%20da%20Informacao.pdf>. Acesso em: 16 jan. 2016.

BELLUZZO, Regina Célia Baptista. Construção de mapas: desenvolvendo competências em informação e comunicação. 2. ed. Bauru: Cá Entre Nós, 2007.

BRASIL. Estatuto da Criança e do adolescente. Decreto- Lei nº 8069, de 13 de julho de 1990. Brasília: Coordenação de Publicações, 1991.

BUCKINGHAM, David. Crescer na era das mídias eletrônicas. Tradução de Gilka Girardello e Isabel Orofino. São Paulo: Edições Loyola, 2007.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede – A era da informação: economia, sociedade e cultura. Volume 1, 6. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

CGI. TIC Kids online Brasil 2015: Pesquisa sobre o uso da internet por crianças e adolescentes no Brasil. São Paulo: Comitê Gestor de Internet no Brasil, 2016.

MIRANDA, Silvânia Vieira. Identificando competências informacionais. Ciência da Informação. v. 33, n. 2, maio-ago. 2004. p. 112- 122.

ONU. Convenção dos Direitos da Criança. UNICEF, 1989.

______. Declaração Universal dos Diretos Humanos. 10 de dezembro de 1948.

POTSMAN, Neil. O desaparecimento da infância. Tradução de Suzana Menescal de Alencar Carvalho e José Laurenio de Melo. Rio de Janeiro: Graphia, 1999.

SOARES, Ismar de Oliveira. Sociedade da Informação ou da comunicação? São Paulo: Cidade Nova, 1996.

TAPSCOTT, Dan. A hora da geração digital: como os jovens que cresceram usando a internet estão mudando tudo, das empresas aos governos. Tradução de Marcello Lino. Rio de Janeiro: Agir Negócios, 2010.

WILSON, Carolyn; et al. Alfabetização Midiática e informacional: currículo para formação de professores. Tradução de Dermeval de Sena Aires Júnior. Brasília: Unesco, UFTM, 2013.

WOLTON, Dominique. Pensar a comunicação. Tradução de Zélia Leal Adghiri. Brasília: Editora UnB, 2004.

Downloads

Publicado

30-06-2017

Como Citar

MARTIN VICENTE, M.; FERREIRA, M. F. Alfabetização informacional desde a infância: apontamentos a partir da pesquisa “TIC Kids Online Brasil”. Comunicação &amp; Informação, Goiânia, Goiás, v. 20, n. 1, p. 42–56, 2017. DOI: 10.5216/ci.v20i1.44734. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/44734. Acesso em: 21 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos