Em busca de uma Semiosfera Organizacional: textos diversos, sistemas convergentes

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/ci.v20i2.44567

Palavras-chave:

Sistemas Modelizantes. Elementos Prescritivos. Varejo. Cultura Organizacional.

Resumo

O estudo visa refletir sobre as noções de missão, visão e valores na perspectiva da Semiótica da Cultura, além de identificar e analisar similaridades/diferenças entre elementos prescritivos da cultura organizacional disponíveis em portais de empresas do ramo varejista, a partir dos sistemas modelizantes acionados pelos textos selecionados. Adota-se o ponto de vista da Semiótica Russa para análise de textos teóricos e empíricos, conforme Lotman (1979, 1982, 1996) e Machado (2003, 2010). A constituição dos corpora se dá a partir de empresas ranqueadas pelo relatório do IBEVAR, publicado em 2015, no segmento de Moda e Esportes. Como principal evidência, destaca-se a multiplicidade de sistemas modelizantes envolvidos na produção dos textos organizacionais, o que salienta as múltiplas possibilidades de leitura do cenário organizacional mediante o acionamento de conceitos relativos à Semiótica da Cultura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gislene Feiten Haubrich, Universidade Feevale

Doutoranda e mestre em Processos e Manifestações Culturais (Feevale), Especialista em Comunicação Estratégica e Branding (UMayor e Feevale) e graduada em Comunicação Social.

Ernani Cesar de Freitas

Doutor em Letras (PUCRS), com pós-doutorado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem (PUCSP/LAEL). Professor permanente do Mestrado em Processos e Manifestações Culturais (Feevale).

Referências

ALVES, S. Revigorando a Cultura da Empresa. São Paulo: Makron Books, 1997.

BETHLEM, A. Estratégia Empresarial. São Paulo: Altlas, 1998.

BULGACOV, S. Estudos Comparativos e de Caso de Organizações de Estratégias. Organizações & Sociedade. V. 5, n. 11, p. 53-76, jan./abr.,1998. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/osoc/v5n11/01.pdf>. Acesso em: 08 dez. 2016.

C&A. Disponível em: <http://www.cea.com.br/Institucional/Conheca-a-CEA>. Acesso em 03 jul.2016.

CERTO, S. et al. Administração Estratégica. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2010.

COSTA, E. A. da. Gestão Estratégica da Empresa que Temos para a Empresa que Queremos. São Paulo: Saraiva, 2007.

DRUCKER, P. Sociedade pós-capitalista. São Paulo: Pioneira, 1993. GIL, A. C. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. São Paulo: Atlas, 2008.

GRUPO AVENIDA. Disponível em: <http://www.grupoavenida.com.br/index.php?url=quem_somos>. Acesso em 03 jul.2016.

GRUPO GUARARAPES. Disponível em: <http://ri.riachuelo.com.br/guararapes/web/conteudo_pt.asp?idioma=0&conta=28&tipo=1988>7. Acesso em 03 jul.2016.

HILAL, A. Dimensões e Clusters de Cultura Organizacional. Rio de Janeiro: MAUAD, 2003.

IBEVAR, Instituto Brasileiro de Executivos do Varejo e do Mercado de Consumo. Ranking Ibevar 2015. Disponível em: <http://media.wix.com/ugd/71ecd2_7f5b7737be4e4424952b55488f827a30.pdf>. Acesso em: 03 jul. 2016.

LOJAS HAVAN. Disponível em: <http://www.lojashavan.com.br/ideologia>. Acesso em 03 jul.2016.

LOJAS PERNAMBUCANAS. Disponível em: <https://www.conformidade.com.br/canaleticapernambucanas/images/codigo.pdf>. Acesso em 03 jul.2016.

LOJAS RENNER. Disponível em: <http://www.lojasrenner.com.br/institucional;jsessionid=P1xYX5nQk1vVwkmd5HShXp1JPW.JGj6T51FPGGJykLRb7BGTcqvdn!778860621>. Acesso em 03 jul.2016.

LOTMAN, I. Sobre o problema da tipologia da cultura. In: SCHNAIDERMAN, B. Semiótica Russa. São Paulo: Perspectiva, 1979.

LOTMAN, Y. Extructura del Texto Artístico. Madrid: Arabi, 1982.

LOTMAN, Y. M. La Semiosfera I: semiótica de la cultura y del texto. Madrid: Ediciones Cátedra, 1996.

LOTMAN, I; USPENSKII, B. Ensaios de Semiótica Soviética. Lisboa: Horizonte, 1981.

MACHADO, I. Escola de Semiótica: a experiência de Tártu-Moscou para o estudo da cultura. São Paulo: Ateliê Editorial, 2003.

MACHADO, I. Cultura como Campo Semiótico. Revista USP, São Paulo, n. 86, p. 157-166, jun./ago., 2010.

PELBART, P. P. Vida Capital: ensaios de biopolítica. São Paulo: Iluminuras, 2003.

SOUZA, I. L.; LEÃO, A. L. M. S. Movimento Sensual: um estudo da narrativa mitológica na publicidade de uma marca de moda praia. Organizações & Sociedade, Salvador, n. 67, p. 623-649, nov./dez., 2013.

SPINK, M. J. Linguagem e Produção de Sentidos no Cotidiano. [online]. Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisas Sociais, 2010. 72 p. Disponível em: < http://books.scielo.org/id/w9q43 >. Acesso em: 12 ago. 2014.

Downloads

Publicado

30-11-2017

Como Citar

HAUBRICH, G. F.; FREITAS, E. C. de. Em busca de uma Semiosfera Organizacional: textos diversos, sistemas convergentes. Comunicação &amp; Informação, Goiânia, Goiás, v. 20, n. 2, p. 75–94, 2017. DOI: 10.5216/ci.v20i2.44567. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/44567. Acesso em: 27 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos