A influência da interface na popularização do serviço de streaming de vídeo pirata Popcorn Time

Autores

  • Liana Gross Furini Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e na Faculdades Integradas de Taquara (FACCAT). Porto Alegre, Rio Grande do Sul
  • Roberto Tietzmann Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) na Faculdade de Comunicação Social (FAMECOS). Porto Alegre, Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.5216/32260

Palavras-chave:

Popcorn Time. Internet. Pirataria. Interface. Streaming.

Resumo

As discussões com relação à pirataria de produtos audiovisuais se tornaram mais intensas depois da popularização das tecnologias digitais, uma vez que elas colaboraram para a criação de um grande leque de possibilidades de circulação que vão além das formas oficiais de distribuição. Em contrapartida, a prática da pirataria através de tecnologias digitais exige uma quantidade de conhecimento técnico do interessado, o que acaba por ser uma barreira para grande parte dos usuários em adotar esta prática. Com uma interface simples, o serviço de streaming de material pirata Popcorn Time busca superar essa barreira técnica, reunindo elementos conhecidos de interface a um sistema de distribuição paralela.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Liana Gross Furini, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e na Faculdades Integradas de Taquara (FACCAT). Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica do Rio. Grande do Sul (PUCRS). Professora assistente na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e na Faculdades Integradas de Taquara (FACCAT). Brasil, Rio Grande do Sul, Porto Alegre

Roberto Tietzmann, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) na Faculdade de Comunicação Social (FAMECOS). Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Doutor pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Mestre em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Professor na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Faculdade de Comunicação Social (FAMECOS). Brasil, Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

Referências

AGUIARI, V. PNBL e 3G fazem número de brasileiros online chegar a 79,9 milhões. Revista Info. Editora Abril, São Paulo, 10 abr. 2012. Disponível em <http://info.abril.com.br/noticias/internet/brasil-fecha-2011-com-79-9-mi-de-internautas-10042012-29.shl>. Acesso em: 11 de jul. 2014.

ANDY. Popcorn Time shuts down, then gets resurrected by YTS (YIFI). Torrent Freak, 2014. Disponível em: <https://torrentfreak.com/popcorn-time-shuts-down-then-gets-resurrected-by-yts-yify-140315/>. Acesso em: 20 de mar. 2014.

APPLE COMPUTER INC. Apple CD-ROM handbook: a guide to planning, creating, and producing a CD-ROM. [S.l.]: Addison Wesley, 1992.

APPLE COMPUTER INC. Macintosh Human Interface Guidelines. [S.l.]: Addison Wesley, 1992.

BARONE, J. G. Exibição, crise de público e outras questões do cinema brasileiro. Revista Sessões do Imaginário. Porto Alegre, ano 13, n. 20, 2008.

BERGAN, R. Cinema. Rio de Janeiro: Jorge Hazar Editor, 2006.

BERNARDO, K. Popcorn Time e o poder do código aberto. Startupi, [S.l.], 2014. Disponível em: <http://startups.ig.com.br/2014/popcorn-time-e-o-poder-codigo-aberto/>. Acesso em: 20 de março de 2014.

CASTELLS, M. A era da informação: economia, sociedade e cultura. 11. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2008.

CERUZZI, P. E. A History of modern computing. 2. ed. United States of America: MIT Press, 2003.

EHSES, H.; LUPTON, E. Design papers: rhetorical handbook. Nova Scotia, CA: Halifax: Design Division, College of Art and Design, 1988. (Design Papers 5.)

FLYNN, N. E-Policy handbook: rules and best practices to safely manage your company's e-mail, blogs, social networking, and other electronic communication tools. 2. ed. Saranac Lake: Amacom Books, 2009.

FOXTON, W. Popcorn Time: hollywood's nightmare is only just beginning. Business Insider, [S. l.]. Disponível em: <http://www.businessinsider.com/popcorn-time-is-hollywoods-nightmare-2014-3#ixzz3BoCILBD8>. Acesso em: 29 de ago. 2014.

GAUDREAULT, A.; DULAC, N.; HIDALGO, S. A companion to early cinema. Chichester: John Wiley & Sons, 2012.

GERBASE, C. Enxugando gelo: pirataria e direitos autorais de obras audiovisuais na era das redes. E-Compós. v. 10, 2007.

GILDER, G. Telecosmo: a era pós computador. São Paulo: Campus, 2001.

KARKWOWSKI, W. International encyclopedia of ergonomics and human factors. 2. ed. Boca Raton: CRC Press, 2006. v. 4.

KING, E. A century of movie posters: from silent to art house. New York: Barron's, 2003.

LAUREL, B. Art of human-computer interface design. Reading: Addison Wesley, 1990.

LEVY, S. Insanely great: the life and times of macintosh, the computer that changed everything. Nova Iorque: Penguin Books, 1994.

POPCORN TIME. Disponível em: <http://getpopcornti.me/>. Acesso em: 20 de mar. 2014.

MOK, C. Designing business. Nova Iorque: Adobe Press, 1996.

NEGROPONTE, N. A vida digital. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

NETRESULT. Update on digital piracy of sporting events 2011: submitted in call for evidence to independent review of intellectual property and growth. London: NetResult, 2011. Disponível em . Acesso em: 31 de jul. 2014.

NIELSEN, J. Usability engeneering. Chestnut Hill: AP Professional, 1995.

NORMAN, D. The design of everyday things. Nova Iorque: Currency Doubleday, 1988.

SALVENDY, G. Handbook of human factors and ergonomics. Canadá: Fourth Edition, 2012.

SELONK, A. P. de A. Distribuição cinematográfica no brasil e suas repercussões políticas e sociais: um estudo comparado da distribuição cinematográfica nacional e estrangeira. 2004. 198 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação Social) – Faculdade de Comunicação Social, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2004.

VANCE, A. Netflix, reed hastings survive missteps to Join Silicon Valley's Elite. Business Week, [S. l.], 2013. Disponível em: <http://www.businessweek.com/articles/2013-05-09/netflix-reed-hastings-survive-missteps-to-join-silicon-valleys-elite>. Acesso em: 11 de nov. 2013.

WASSER, F. Veni, vidi, video: the hollywood empire and the VCR. Austin: Texas film and media studies series, 2001.

WILSON, F. Platform Monopolies. Business Insider, jul. 2014. Disponível em: . Acesso em: 12 de ago. 2014.

Downloads

Publicado

2015-06-15

Como Citar

GROSS FURINI, L.; TIETZMANN, R. A influência da interface na popularização do serviço de streaming de vídeo pirata Popcorn Time. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 18, n. 1, p. 97–109, 2015. DOI: 10.5216/32260. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/32260. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos