Registros Imagéticos: A Interpretação da Informação sob o Aspecto Cognitivo

Autores

  • Luiz Carlos Flôres de Assumpção Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação - PPGCInfo, Faculdade de Ciência da Informação - FCI da Universidade de Brasília.
  • André Porto Ancona Lopez Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação - PPGCInfo, Faculdade de Ciência da Informação - FCI da Universidade de Brasília.

DOI:

https://doi.org/10.5216/c&i.v16i2.28035

Palavras-chave:

Registro Imagético. Informação. Interpretação. Descrição. Cognição.

Resumo

As imagens fazem parte de nosso cotidiano de lazer, pessoal e profissional. O objetivo deste estudo é uma tentativa de entendimento do processo de interpretação e descrição das informações em registros imagéticos sob os aspectos cognitivos. A pesquisa bibliográfica foi realizada nas áreas da psicologia, filosofia e artes. E, conforme demonstração das análises das imagens neste estudo, ficou evidente que um indivíduo necessita de conhecimento sociocultural para, assim, ter condições de interpretação e descrição de imagens, além de conhecimento prévio acerca do contexto a ser analisado para estruturação de acervos imagéticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Carlos Flôres de Assumpção, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação - PPGCInfo, Faculdade de Ciência da Informação - FCI da Universidade de Brasília.

Bacharel em Administração pela Faculdade de Ciências Administrativas e Tecnologia de Rondônia - FATEC-RO (2003), com MBA Executivo em Gestão Empresarial - FGV Managment - FGV-RJ (2004), Mestrado em Liderança pela Universidade de Santo Amaro - UNISA-SP (2007) e Especialização em Gestão de Políticas Públicas de Cultura pela UNB (2008), Mestrado em Ciência da Informação e aluno de Doutorado pela FCI- UNB (2013). Atuou como Adm. da Empresa - Studio Mil Som Publicidade e Promoções Ltda, como Professor titular da Faculdade Interamericana de Porto Velho - Uniron das disciplinas Fundamentos de RH, Estratégias e Técnicas de Recrutamento e Seleção, Planejamento de RH, Logística Empresarial, Adm de Materiais e Patrimônio, Planejamento e Formação de preço, Plano de Negócios. Professor-tutor em EaD do FGV on line - Programa de Educação a Distância da Fundação Getúlio Vargas - RJ das disciplinas Gestão de Pessoas I e II. Na Unicentro-RO, como professor convidado - Adm. Mercadológia I e coordenação da Empresa Júnior-Proativa (desenvolvendo o Projeto Banco de Talentos) do curso de Administração. FAJESU-DF prof. OS&M, Gestão da Produção, Plan. e Gestão Estratégica e TCC. Na UNB - Faculdade de Ciência da Informação como Prof. Voluntário em Gerenciamento de Projetos e Processos com MSProject 2007 e BizAbi. Experiência na área de Administração de Empresas, nas áreas de Recursos Humanos, desenvolvimento de competências e liderança; treinamento téc. em áudio, elaboração, desenvolvimento e gerenciamento de projetos culturais, sistemas de sonorização em ambiente fechado e aberto.

Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3445829566458687

André Porto Ancona Lopez, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação - PPGCInfo, Faculdade de Ciência da Informação - FCI da Universidade de Brasília.

 

Professor da Faculdade de Ciência da Informação da Universidade de Brasília, onde leciona, entre outras disciplinas, Diplomática e Tipologia Documental para o curso de graduação em Arquivologia e Metodologia de pesquisa para o Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação. Especializou-se na organização de arquivos pelo IEB/ECA-USP após ter se graduado em História pela FFLCH-USP. Seu mestrado em História Social (USP) foi publicado sob o título Tipologia documental de partidos e associações políticas brasileiras (Ed. Loyola, 1999). Doutorou-se em 2001 pela FFCLH-USP, com o trabalho "As razões e os sentidos: finalidades da produção documental e interpretação de conteúdos na organização arquivística de documentos imagéticos". Publicou, pelo Arquivo do Estado de São Paulo, em 2002, o livro Como descrever documentos de arquivo: elaboração de instrumentos de pesquisa . Sua experiência arquivística inclui passagens por várias instituições. Foi professor convidado do curso de especialização em Arquivos do IEB/ECA-USP, responsável pela disciplina de descrição por 9 anos e professor junto ao departamento de História da Universidade Estadual de Maringá por mais de dez anos. Recentemente atuou como professor visitante na pós-graduação em Ciência da Informação da Universidad de Antioquia, Medellín, Colômbia e na Universidad Complutense de Madrid, Espanha. Atualmente desenvolve junto ao CNPq, como projeto de produtividade, pesquisa relacionado à criação de uma revista científica sobre patrimônio documental fotográfico e participa do grupo de trabalho do Conselho Internacional de Arquivos sobre arquivos fotográficos e audiovisuais (ICA-PAAG). Coordena, junto à Rede Ibero-americana de Ensino Arquivístico Universitário, blog destinado a amparar as ações de comunicação de tal rede. Desde de 2010 coordena, junto com outros pesquisadores latino-americanos, o simpósio Acceso a la Información , filiado à rede Internacional del Conocimiento . Como modo de incrementar o intercâmbio científico, as atividades atuais do pesquisador estão sendo difundidas nos seguintes blogs: Blog Diplomática e Tipologia Documental (http://diplomaticaetipologia.blogspot.com/) - direcionado para os alunos de graduação; Blog Metodologia em Ciência da Informação (http://metodologiaci.blogspot.com/) - focado em pesquisas de pós-graduação; Blog DigifotoWeb (http://digifotoweb.blogspot.com/) - relacionado à pesquisa sobre documentos fotográficos; Blog Ibero-americano de Ensino Arquivístico Universitário (http://bieau.blogspot.com/) - voltado para a RIBEAU. Seu currículo Lattes também está disponível em: (http://apalopez.info/cv) (Texto informado pelo autor).

 



Downloads

Publicado

20-02-2014

Como Citar

ASSUMPÇÃO, L. C. F. de; LOPEZ, A. P. A. Registros Imagéticos: A Interpretação da Informação sob o Aspecto Cognitivo. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 16, n. 2, p. 87–106, 2014. DOI: 10.5216/c&i.v16i2.28035. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/28035. Acesso em: 21 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos