Cidadania, racismo e mídia: a identidade do negro

Autores

  • Kalyne Menezes Universidade Federal de Goiás (UFG)
  • Simone Antoniaci Tuzzo Universidade Federal de Goiás (UFG)

Palavras-chave:

Mídia. Cidadania. Racismo. Grotesco.

Resumo

Este trabalho sobre mídia e cidadania, aborda questões ligadas ao racismo tomando como referência as obras de Muniz Sodré que tratam do racismo e da estética grotesca do negro na televisão. Outros autores também apoiam a discussão em cidadania, contribuindo com temas como identidade, comunidade, grupos e cidadania. Para a discussão, também se fez necessário um breve contexto histórico sobre o negro na sociedade brasileira, principalmente após a abolição da escravatura. O texto também discorre sobre os conceitos de cidadania, que interferem diretamente na concepção do sujeito como “cidadão” e as ideias de comunidade, estética de padrões, valores e representação dos afrodescendentes pela mídia, além de discriminação e formas de exclusão e o significado da palavra negrotesco explicado com muita propriedade por Muniz Sodré.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kalyne Menezes, Universidade Federal de Goiás (UFG)

Jornalista pela Universidade Federal de Goiás, UFG, e mestranda em Comunicação pela mesma instituição, área de pesquisa em mídia e cidadania.

Simone Antoniaci Tuzzo, Universidade Federal de Goiás (UFG)

Doutora em Comunicação pela UFRJ, Mestre e Graduada em Comunicação pela UMESP, Coordenadora do Projeto de Pesquisa Rupturas Metodológicas para uma leitura crítica da Mídia entre os Programas de Pós-Graduação da UFG e UFRJ, que integra a ação transversal nº 06/2011 - Casadinho/Procad.  Professora e Orientadora do Trabalho desenvolvido na Disciplina Seminários Temáticos de Mídia e Cidadania – PPGCOM – UFG.

Downloads

Publicado

2013-10-01

Como Citar

MENEZES, K.; TUZZO, S. A. Cidadania, racismo e mídia: a identidade do negro. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 16, n. 1, p. 156–170, 2013. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/26655. Acesso em: 4 out. 2022.

Edição

Seção

Caderno Casadinho Procad UFG - UFRJ