Existe realmente poluição visual?

Autores

  • Wilson de Oliveira Souza FAUUSP

DOI:

https://doi.org/10.5216/c&i.v9i2.25248

Palavras-chave:

Poluição visual. Visibilidade urbana. Agenda-setting. Tematização midiática.

Resumo

O artigo propõe reflexão sobre o conceito de poluição visual, tendo como ponto de partida projeto de lei que proíbe instalação de qualquer tipo de publicidade exterior na cidade de São Paulo. Sugere a não-existência de poluição visual e enxerga no ato proibitivo ações de agenda-setting e tematização midiática, bem como a manutenção do controle de poder por parte de intelectuais com argumentos
persuasivos em relação a visualidade urbana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wilson de Oliveira Souza, FAUUSP


Mestre em Comunicação Social, doutorando em Design e Arquitetura na FAUUSP e professor universitário.

Downloads

Publicado

2013-07-02

Como Citar

SOUZA, W. de O. Existe realmente poluição visual?. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 9, n. 2, p. 178–187, 2013. DOI: 10.5216/c&i.v9i2.25248. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/25248. Acesso em: 24 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos