Estado e Comunicação: o caráter público das emissoras estatais. A Rádio Universitária de Goiânia como estudo de caso

Autores

  • Luiz Signates Universidade Federal de Goiás (UFG)
  • Márcia Boaratti Faculdade Cambury.

DOI:

https://doi.org/10.5216/c&i.v4i1/2.24028

Palavras-chave:

Público/privado. Comunicação e esfera pública. Rádio. Radiofonia pública.

Resumo

Este trabalho tematiza a questão público/privado nas instituições estatais de comunicação. Para isso desconecta teoricamente os conceitos de público e estatal, a fim de estudar as possíveis contradições entre as dimensões do público, do privado, do estatal e do social, na perspectiva de diferentes autores. Como objeto empírico, elege-se a Rádio Universitária, da Universidade Federal de Goiás, analisando particularidades históricas e de funcionamento dessa emissora, a fim de verificar, em grau hipotético, os limites e as possibilidades, bem como os conflitos e contradições vividos pelos sujeitos ali envolvidos. Por fim, discute-se as condições de possibilidade de uma pragmática do público nas emissoras estatais de rádio.

 

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Signates, Universidade Federal de Goiás (UFG)

Jornalista, professor adjunto da Faculdade de Comunicação e Biblioteconomiada UFG, Coordenador do Curso de Publicidade e Propaganda da Faculdade Cambury-GO. Doutor em Ciências da Comunicação pela ECA/USP, Mestre em Comunicaçõespela FAC/UnB, Especialista em Políticas Públicas pela FCHF/UFG

Márcia Boaratti, Faculdade Cambury.

Radialista, Assessora de Projetos da Rádio Universitária/UFG, Professora da Faculdade Cambury-GO. Especialista em Políticas Públicas pela FCHF/UFG.

Downloads

Publicado

2013-05-03

Como Citar

SIGNATES, L.; BOARATTI, M. Estado e Comunicação: o caráter público das emissoras estatais. A Rádio Universitária de Goiânia como estudo de caso. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 4, n. 1/2, p. 143–158, 2013. DOI: 10.5216/c&i.v4i1/2.24028. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/24028. Acesso em: 23 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos