Formação do jornalista e leitura crítica de jornal

Autores

  • Silvana Coleta Santos Pereira Universidade Federal de Goiás (UFG)

DOI:

https://doi.org/10.5216/c&i.v3i1.22860

Palavras-chave:

Comunicação. Educação. Formação do Jornalista. Leitura Crítica.

Resumo

Leitura de jornal feita por alunos formandos do curso de Comunicação Social, habilitação Jornalismo, da Universidade Federal de Goiás(UFG), com base nas categorias comunicação, informação, leitura crítica e indústria cultural. Estas categorias foram estudadas no contexto comunicacional, tendo como pressuposto que educar é um ato comunicativo. A pesquisa discute o potencial educativo do jornal na formação do futuro jornalista, tendo em vista que este potencial possibilita a percepção das contradições existentes na produção das mídias e, consequentemente, na sociedade. Os recentes estudos sobre a recepção também apontam para uma nova realidade em que o receptor não é mais visto como incapaz de reagir às mensagens recebidas. Modelos e propostas de uma educação para os meios demonstram que é possível ensinar crianças, jovens e adultos a ler criticamente os meios de comunicação.

 

 

 

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvana Coleta Santos Pereira, Universidade Federal de Goiás (UFG)

Mestre em Educação, Professora da Faculdade de Comunicação e Biblioteconomia (FACOMB-UFG)

Downloads

Publicado

2013-02-28

Como Citar

PEREIRA, S. C. S. Formação do jornalista e leitura crítica de jornal. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 3, n. 1, p. 27–39, 2013. DOI: 10.5216/c&i.v3i1.22860. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/22860. Acesso em: 26 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos