A hegemonia do modelo objetivo e a formação do jornalista

Autores

  • Francisco Eduardo Ponte Pierre Universidade Federal de Goiás (UFG)

DOI:

https://doi.org/10.5216/c&i.v2i1.22842

Palavras-chave:

Modelos de jornalismo. Objetividade jornalística. Ensino do jornalismo.

Resumo

Este texto compara as duas formas que mais influenciam o jornalismo brasileiro. A seguir, constata a hegemonia do modelo norte-americano de jornalismo objetivo e interroga-se sobre os tipos de alternativas que este fato apresenta para o processo de formação do jornalista: a adoção pura e simples deste modelo, a opção pela militância ou a intenção de objetividade, com suas decorrências éticas e metodológicas.

 

 

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco Eduardo Ponte Pierre, Universidade Federal de Goiás (UFG)

Professor da Faculdade de Comunicação e Biblioteconomia da UFG; doutor em "Sciences de l'Information" pela Universidade de Paris 2.

Downloads

Publicado

2013-02-28

Como Citar

PIERRE, F. E. P. A hegemonia do modelo objetivo e a formação do jornalista. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 2, n. 1, p. 11–27, 2013. DOI: 10.5216/c&i.v2i1.22842. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/22842. Acesso em: 28 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos